-1
MPT pede compra de equipamentos de proteção para hospitais do oeste do Pará
O MPT quer proteção aos trabalhadores da saúde em Santarém e Altamira. Foto: MPT

O MPT (Ministério Público do Trabalho) em Santarém (PA) pediu à Justiça a destinação de valores para o enfrentamento da covid-19. O pedido judicial foi feito nas varas de trabalho de Santarém e Altamira.

O valor somado é de cerca R$ 40 mil, decorrente de indenizações de dano moral coletivo obtidas através de ações civis públicas ajuizadas pelo MPT em Santarém.

 

A quantia será totalmente destinada à compra de equipamentos de proteção individual aos profissionais de saúde dos hospitais regionais do Baixo Amazonas e da Transamazônica, considerados referência no tratamento de casos graves do novo coronavírus nas duas regiões.

De acordo com a procuradora do Trabalho Marcela Guimarães Santana, a destinação reforça a missão constitucional do MPT de tutelar a vida, garantir saúde e integridade aos trabalhadores que estão na linha de frente no combate ao coronavírus.

“São esses profissionais que correm mais risco de contaminação e adoecimento durante a pandemia”, reforça a procuradora.

Boletim

O Pará, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, registra 86.020 casos de covid-19, dos quais 3.367 em Santarém e 1.120 em Altamira. Os dados são dos boletins epidemiológicos das secretarias municipais de Saúde (20/06).

Com informações do MPT

LEIA também: Rádio em Santarém coloca trabalhadores em risco de contaminação pela covid-19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *