-1
Rádio em Santarém coloca trabalhadores em risco de contaminação pela covid-19
Rádio FM Guarany, alvo de denúncia sindical. Foto: ilustrativa

A rádio Guarany FM, de Santarém (PA), foi denunciada ao Ministério Público do Trabalho (MPT) por colocar em risco de contaminação, pela covid-19, seus funcionários.

A emissora, cuja proprietária é Aparecida Serique, vem ignorando as medidas que devem ser adotadas obrigatoriamente nas empresas como prevenção à doença, segundo Rogério Almeida, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Radiodifusão de Santarém.

 

“Álcool em gel não é disponibilizados aos funcionários e nem foi feita desinfecção no prédio da emissora até hoje”, detalhou Rogério.

“Até tampa de vaso sanitário não tinha. A Guarany não oferece o mínimo de higiene para os trabalhadores”.

Nas demais empresas de rádio e televisão, segundo o sindicalista, não existe esse problema.

Contraponto

O blog não conseguiu entrar em contato com Aparecida Serique. O espaço para o contraponto da emissora continuará aberto.

LEIA também: Covid-19 na Tapajós salta de 13 para 29 casos em menos de 15 dias; veja quem pegou

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Rádio em Santarém coloca trabalhadores em risco de contaminação pela covid-19

  • Estelionatária conhecida na cidade já, Só fico com pena dos funcionarios que são submetidos a isso

  • Isso é bem a cara dessa senhora…. alem de ter vendido a empresa.. não entregou e nem devolveu o dinheiro…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *