Covid-19 na Tapajós salta de 13 para 29 casos em menos de 15 dias; veja quem pegou
Prédio do STC em Santarém. Foto: arquivo BJ

Agora são pelo menos 29 o número de funcionários do STC (Sistema Tapajós de Comunicação), empresa midiática com sede em Santarém (PA), que foram infectados pela covid-19.

Há 14 dias, quando a jornalista Cissa Loyola, da TV Tapajós, vinculada ao grupo, foi internada no Hospital de Campanha de Santarém (HCS) por conta da doença, o número de casos era 13.

 

O aumento de 123% no número de casos no período foi confirmado neste sábado (20), quando novos funcionários foram submetido a exames. 16 testaram positivo, conforme o Blog do Jeso apurou com uma fonte da Semsa (Secretaria Municipal de Saúde).

Entre os infectados está Débora Cibele Rodrigues, a chefe de Jornalismo da TV afiliada da Globo no Baixo Amazonas.

Vários dos que testaram positivo divulgaram nas redes sociais a sua condição de infectados. Do STC, além da TV, faz parte ainda do grupo empresarial a rádio FM Tapajós e o portal G1.

Conforme o boletim epidemiológico do CRS9 (Centro Regional de Saúde)/Sespa, Santarém registrou neste sábado 3.367 casos de covid-19. Desse total, 2.817 conseguiram se recuperar e 189 morreram. Há 203 pacientes internados no município por conta da doença.

Funcionários do STC reunidos. Foto: DéboraCibele/Facebook

11 infectados pela covid-19 do STC

① Cissa Loyola

② Zé Rodrigues

③ Gustavo Campos

④ Nataly Santiago

⑤ Elton Pereira

⑥ Magna Fortunado

⑦ Pablo Vasconcelos

⑧ Adriana Marinho

⑨ Jaderson Moreira

⑽ Dani Gambôa

⑾ Rogério Almeida

Sobre infectados no STC leia também: Com covid-19, locutora da rádio Tapajós apela: ‘Fique em casa. A UPA está lotada’

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

6 Comentários em: Covid-19 na Tapajós salta de 13 para 29 casos em menos de 15 dias; veja quem pegou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Claudemiro Rocha disse:

    Eu acho muito interessante da prioridade dada ao sistema Tapajós de comunicação pela SEMSA, Não que os colaboradores não mereçam realizar os testes rápidos, Mas empresa tem possibilidade e condições de pagar em rede particular laboratorial. Em quando foi dada essa prioridade para liberação de testes rápidos gratuitos, muitis e muitos mesmo de pessoas sintomática estão sendo ministradas e não são chamadas pra fazer os testes! Profissionais da saúde nas UBS imploram pra fazer esse teste e nada! Ficou claro ai o apadrinhamento nesta prioridade.

  • Márcia disse:

    Jeso os funcionários da TV Tapajós tiveram prioridade para fazer os testes através da SEMSA?

  • Eu disse:

    O STC lançou uma nota padrão. Achei incoveniente e desnecessáriobe colocar o nome dos infectados.

    1. Jeso Carneiro disse:

      A maioria dos listados se declaram infectados nas suas redes sociais. No caso da Cissa Loyola, pior ainda: a própria chefe de Jornalismo noticiou a doença da jornalista na sua página no Facebook. Não foi desnecessário? Não foi inconveniente? Balela do STC! Retórica vazia. Mimimi.

      1. Eu disse:

        A maioria são todos?

  • Valdenice disse:

    Se são 29 cadê o restante aí só aparece 11 ou pra vocês os funcionários que trabalha por trás das câmeras não tem importância