Anvisa manda suspender uso da vacina da AstraZeneca contra covid-19 em grávidas
AstraZeneca é produzido pela Fiocruz no Brasil. A Anvisa suspendeu o uso em grávidas. Foto: Reprodução

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recomendou na noite desta 2ª feira (10) a suspensão do uso da vacina contra covid-19 da AstraZeneca em grávidas. O imunizante, desenvolvido em parceria com a Universidade de Oxford, é produzido no Brasil pela Fiocruz.

Em nota, a agência informou que a orientação “é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas covid em uso no país”.

 

Não foram especificados quantos e quais eventos adversos a agência identificou em mulheres grávidas.

A vacina da AstraZeneca é um dos principais imunizantes contra covid do PNI (Plano Nacional de Imunizações) brasileiro. As autoridades de saúde também aplicam as vacinas do Butantan (CoronaVac) e da Pfizer.

Mulheres grávidas e puérperas foram incluídas no grupo prioritário para vacinação contra covid-19 em 26 de abril de 2021.

Com informações do site Poder360

— LEIA: Ministério da Saúde tira do ar nota que orientava médicos sobre uso da cloroquina


Assine e participe, comente no canal do Blog do Jeso no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *