Nota de repúdio do DEM coloca prefeito e o nº 1 da Câmara em rota de colisão
Serjão e Macêdo: fogo amigo e rota de colisão. Foto: Montagem BJ

A contundente nota de repúdio do DEM, assinada pelo prefeito de Belterra (PA), Doutor Macêdo, contra o presidente da Câmara de Vereadores, Sérgio Campos, o Serjão, colocou em rota de colisão os 2 democratas.

No documento, Macêdo pede a renúncia do nº 1 da Câmara por “entender que” o parlamentar “não reúne mais os pré-requisitos básicos para comandar” a Casa.

 

Aliados, o prefeito acha que Serjão fez corpo mole no processo de suposta quebra de decoro parlamentar que seu arquiadversário Júnior Rocha (MDB) enfrentou na Casa sem grandes arranhões.

E então disparou o fogo amigo.

Até agora Serjão não se pronunciou sobre a nota. Mas para os mais próximos tem dito que quem precisa dele politicamente é o prefeito – e não o contrário. Os dois vão encarar as urnas neste ano para reeleição.

A nota

LEIA também: Presidente do STJ libera Queiroz para prisão domiciliar, mas com tornozeleira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *