Corpo de padre achado morto não tem marcas de perfurações e estava putrefato
Padre José Ronaldo Brito: pároco da igreja de Santo Antônio, de Belterra, no oeste do Pará. Causa mortis ainda não oficializada. Foto: Divulgação

Não foram encontradas marcas de perfuração, por bala ou faca, no corpo do padre José Ronaldo Gomes de Brito, 38 anos, encontrado morto neste domingo (3) em um bairro da periferia de Santarém (PA).

E mais: o cadáver do sacerdote já estava putrefato. “Em estado de decomposição bem avançado”, segundo revelou ao Blog do Jeso uma fonte do IML (Instituto Médico Legal).

 

Não está descartado a hipótese do pároco da igreja de Santo Antônio, de Belterra, tenha falecido de parada cardíaca.

A casa onde o corpo foi encontrado fica na grande área do Maracanã, à rua Monte Sião. Colegas do padre, diante do seu sumiço desde a virada do ano, foram até a residência dele neste domingo e o avistaram pela janela. Morto.

A residência era uma espécie de casa de repouso do religioso nascido, segundo a arquidiocese, em Pernambuco e que dirigia a Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Santarém desde 2016. O celular dele já está com a polícia. O aparelho pode elucidar a causa de sua morte.

Devido ao avançado estado de decomposição do cadáver, suspeita-se que o padre tenha morrido há cerca de 3 dias, na virada do ano novo. No dia 1º, ele tinha compromisso agendado para celebrar a missa de posse dos vereadores, prefeito e vice-prefeito eleitos de Belterra.

 

Padre diocesano, José Ronaldo chegou em Santarém em junho de 2014, a convite de então bispo dom Flávio Giovenale.

Em dezembro daquele ano, foi ordenado diácono junto com mais 4 seminaristas. A ordenação sacerdotal dele ocorreu em setembro de 2015. Atualmente, dirigia a igreja matriz de Belterra, Santo Antônio de Pádua.


📹 Assine o canal do Blog do Jeso no Youtube, e assista a dezenas e dezenas de vídeos.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Padre achado morto em Santarém não tem marcas de perfurações e já estava putrefato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *