City tour da Perfuga: 10 lugares de Santarém para conhecer no Sairé

Às vésperas do Sairé, quando o fluxo de turistas em Santarém cresce exponencialmente, o site Jeso Carneiro resolveu sugerir um passeio turístico pela cidade, tendo como pano de fundo a operação Perfuga, deflagrada há pouco mais de 30 dias.

Selecionamos 10 pontos perfurísticos para você conhecer Santarém e a história do mais famoso escândalo de corrupção de 2017 do município.

Neste link, assista a um vídeo didático de 1 minuto sobre a Perfuga.

1. Penitenciária de Cucurunã

É onde estão presos os 2 protagonistas da Perfuga: vereador Reginaldo Campos, do PSC, e a enfermeira Sarah Campinas de Oliveira. Eles tiveram prisão preventiva decretada no dia 7 de agosto.

2. Corpo de Bombeiros

É lá que se encontra, em cela especial, o terceiro personagem – dos 28 arrolados como réus – do caso: Wilson Lisboa, advogado e assessor jurídico de Reginaldo Campos. É a segunda vez que ele é trancafiado no quartel por conta da Perfuga.

3. Câmara de Vereadores de Santarém

Local onde foi perpetrado grande parte dos crimes da Perfuga nos anos de 2015 e 2016, quando a Casa tinha como presidente o vereador Reginaldo Campos.

4. Delegacia da Polícia Civil, 16ª Seccional

Para onde todas as pessoas presas na operação Perfuga foram encaminhadas, na manhã do dia 7 de agosto, para serem interrogadas pelo delegado Kleidson Castro, que comandou as investigações do caso.

5. Sespa/9º Centro Regional de Saúde

Local de trabalho dos servidores estaduais acusados de participarem do esquema de corrupção e inclusão de dados falsos em sistema público, entre outros crimes. Eles trabalhavam no Setor de Regulação.

6. Hospital Municipal de Santarém

Um dos palcos de atuação da quadrilha, para proveito político do vereador Reginaldo Campos.

7. Hospital Regional do Baixo Amazonas

Outro palco de atuação da quadrilha, para onde pacientes fura-fila eram levados, graças a intermediação dos integrantes do bando.

8. Sede da seccional da OAB em Santarém

Local onde o presidente da entidade, Ubirajara Bentes Filho, deu a célebre e crítica entrevista à operação Perfuga, e na na qual fez a polêmica declaração: “A OAB não tem medo do Ministério Público, não tem medo da polícia”.

9. Quartel do 3º BPM

Primeiro endereço prisional do vereador Reginaldo Campos logo após a operação Perfuga ser deflagrada. Semanas depois, ele foi transferido para a penitenciária de Cucurunã. Militar da reserva da PM, o parlamentar deve voltar à cela especial do batalhão por determinação judicial.

10. Fórum de Santarém

É onde tramita a ação penal da Perfuga. Em pouco mais de 1 mês, o processo já ultrapassou 200 páginas, formando o primeiro volume. O caso está em tramitação na 2ª Vara Criminal, sob o comando do juiz Rômulo Nogueira de Brito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *