A disputa eleitoral em Itaituba está esquentando. Por Jota Parente
Roselito, Dadinho, Climaco e Ivan: candidatos a prefeito

Faltam 24 dias para o fechamento da janela que permite que os pretensos candidatos que desejam trocar de partido decidam para que lado ir. Essa brecha aberta na mais recente reforma eleitoral deixa o cenário político um pandemônio.

Na presente conjuntura, sobretudo os vereadores, estão iguais baratas tontas, voando para todo lado sem saber onde pousar. 

Jota Parente (*)

Na eleição de 2016, foram apenas três os candidatos a prefeito. Ivan D’Almeida, Valmir Clímaco e a então prefeita Eliene Nunes, que não conseguiu se reeleger.

Agora, o número já chegou a cinco e pode chegar a seis, se Luizinho Anjos, cujo nome e a disposição de lançar-se na política for adiante.  Valmir Climaco, que será candidato à reeleição pelo MDB, Ivan D’Almeida, que deverá disputar pelo PL, ao qual se filiou recentemente em Belém, depois de sair do PSDB, o ex-prefeito Roselito Soares, que capitaneia o PTB no município, Dadinho do Posto Dado, que comanda o PSD, e Carlos Antônio Maciel Braga, empresário que ficou conhecido como Carlinhos Acessórios e atualmente é empresário do ramo de materiais de construção e que é filiado ao Podemos, são os nomes colocados. 

 

Se todos esses nomes forem confirmados em suas respectivas convenções partidárias, creio que será o maior número de candidatos a prefeito em uma eleição no município de Itaituba. E pelo que tenho sentido nas conversas com os pré-candidatos, excetuando o senhor Luizinho Anjos, com o qual não mantive contato, nenhum deles está blefando, ou brincando de ser candidato.

Se o quadro for mesmo esse, podemos ter certeza que será uma campanha eleitoral muito animada, na qual vai correr dinheiro, porque, quanto mais candidatos majoritários houver, maior será o número de candidatos a vereador e de cabos eleitorais.

Tudo isso custa dinheiro, e não é pouco. Tem que gastar com impressos, com carro, com gasolina, com alimentação, etc…  Mas, porque será que tem tanta gente interessada em concorrer, tanto ao cargo de prefeito, quanto de vereador? Será que todo esse contingente de pessoas está preocupado com o bem comum? 

O que leva um cidadão comum, que mal é conhecido no entorno da sua casa, a lançar-se candidato? São dois os fatores: um salário nada mal e o poder que seduz e pode dar notoriedade. E para prefeito? Nesse caso, há alguns aspectos a serem considerados, pois isso pode mudar de uma eleição para outra, como está acontecendo neste momento em Itaituba. 

 

Vejamos o caso do empresário Dorinaldo Silva, o Dadinho. Ele negou, nos últimos dois anos, qualquer intenção sua de ser candidato a prefeito, e eis que de repente, não mais que de repente, lança-se como pré-candidato com uma disposição enorme de destronar o prefeito Valmir Clímaco, seu amigo de outros tempos e atual desafeto. 

Pode até ser que a sede de poder tenha se aflorado de maneira muito forte no empresário, mas, o componente de rivalidade pessoal salta aos olhos como o elemento que falou mais alto, pois a relação entre ele e o prefeito, que já não era boa, piorou muito semana passada depois do episódio da construção do meio fio próximo do seu posto da Transamazônica, que foi parar na Polícia. 

Se Dadinho vai emplacar como candidato a prefeito, isso a gente vai ter que esperar na prática. Contudo, o que não se pode negar é que Valmir acaba de ganhar um adversário de peso, porque seu oponente tem dinheiro e disposição. Em ambos os casos, ele tem bastante para enfrentar uma eleição.

Com esses predicados, existe grande possibilidade de uma polarização entre os dois. Mas, isso vai depender do desempenho dos outros candidatos, que também não vão brincar de disputar eleição. Ivan D’Almeida foi muito bem votado na eleição passada, mas, assim como Valmir, foi muito influenciado pelo fator Eliene, que foi a maior cabo eleitoral dos dois por sua gestão pífia.  

 

Quanto a Roselito Soares, ele continua trabalhando para tentar melhorar a imagem do político que foi morar noutro lugar e depois voltou. É sempre um nome forte que tem muitos admiradores.

Por último, é preciso esperar como vai se mexer o empresário Carlos Braga, o Carlinhos, porque por enquanto ele só tem se movimentado nos bastidores. É um nome novo, completamente alheio ao meio político. Vai ter que andar e gastar muito se quiser tornar seu nome conhecido e viável para a disputa.


— * É jornalista e editor do Blog do Jota Parente, onde originalmente foi publicado esse artigo.

— LEIA também: Itaituba, Terra Santa, Belterra, Óbidos, Mojuí dos Campos e Juruti em 6 notas curtas

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

3 Comentários em: A disputa eleitoral em Itaituba está esquentando. Por Jota Parente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Dulcy Souza disse:

    Alguns tem razao e motivos mais outros e so pra rouba mesmo q conheso bastante e ja rouba muinto …eses mais pobres ai memso mkmkk

  • Aguinaldo Dantas sobrinho (bolinha) disse:

    Só favorece o VALMIR QUANTO MAIS CANDIDATO melhor pra ele

  • Cassia disse:

    Essa campanha promete. Será que com tantos candidatos vão conseguir destronar o então prefeito?
    Infelizmente isso causará muita ansiedade e ainda teremos muitos capítulos nesse reality show político itaitubense. Muita água para rolar.