PMS a serviço particular

Leitora do blog flagrou hoje (6) de manhã dois veículos da Prefeitura de Santarém, ambos adesivados, em pleno centro da cidade, prestando serviço em uma obra particular.

Funcionários públicos participaram da operação.

Um trator e uma caçamba basculante foram usados no serviço. Os veículos pertencem, segundo a leitora, à Seminf, Secretaria Municipal de Infraestrutura.

O blog ligou para a secretaria, mas não foi atendido.

PMS a serviço particular

PMS a serviço particular

Leia também:
Receita divulgar nota sobre Parque da Cidade.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

14 Comentários em: Maquinário público em obra particular

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Rogério disse:

    Eu sou pedreiro nesta obra e o que aconteceu foi que cortamos uma árvore e ligamos pra seminfra fazer a retirada e ela foi, até onde eu sei, qualquer um pode solicitar esse tipo de serviço.

  • gaguinho falante disse:

    Não posso afirmar se essa prática já existia no governo Lira Maia, mas COM CERTEZA ABSOLUTA JÁ EXISTIA NO GOVERNO MARIA DO CARMO(PT) e claro continua existindo no atual. Seria bom vc se informar primeiro antes de escrever asneiras…

  • Jose Francisco Guimarães Corrêa disse:

    É muita cara de pau! Jeito demotucano de governar!

    Chico Corrêa

  • Babinha o CARA disse:

    Se duvidar ate o material da construção ( tijolo / cimento / areia ) deve ser faturado para prefeitura

  • Olho Vivo disse:

    Jeso,

    Se esta cena lastimável, deprimente, suja, corrupta, etc.. fosse em um País sério: EUA, China, Japão, Suécia …o Prefeito Von e o seu faz tudo Edilson estariam na cadeia que é o lugar que eles merecem por fazerem isso com o dinheiro do povo, falta de vergonha, safadeza, não tenho mais palavras, Onde estão teus princípios éticos, morais, não adianta porque não tem, desconhecem tais virtudes, pois não a praticam mesmo.

  • Ver. Emir Aguiar disse:

    Jeso, qual endereço da obra? Já denunciamos na Tribuna essa prática, que está sendo comum no gov. do Prefeito Alexandre, vamos retomar essa pauta, na sessão deliberativa de segunda-feira.

    1. Jeso Carneiro disse:

      Vereador, é na esquina da travessa Turiano Meira com a São Sebastião.

  • antonio disse:

    Nao se preocupem o VON O BOM prometeu dar um show de gestao publica e ele estar cumprindo o que prometeu,

  • Marcelo disse:

    Muda as caras mas não acaba a patifaria. Em um país sério os “responsáveis” por esse assalto já estariam presos. Haja imposto para cobrir tanto roubo.

  • Marcelo disse:

    Muda as caras mas não acaba a patifaria. Em um país sério, os responsáveis por esse assalto já estariam presos.

  • leitor disse:

    Quem pode pode, um dia desses até os vendedores de melancia estavam sendo perseguidos por chefe de fiscalização da SEMINFRA e agora nos deparamos com estas fotos, de quem será está obra que estáobracima de lei? Sem contar em outras obras que estão sendo erguidas com a fachada pra cima das calçadas, enfim que se vê neste governo que pra uma pode pra outros não traduzindo tem que ser amigo do rei

  • Guy Fawkes disse:

    Confundem o público com o privado, assim como a atual administração da UFOPA e seu candidato.

    1. òbvio disse:

      Como aprenderia se não fosse ensinado por linhagem de nível superior?

  • Sisi disse:

    Também presenciei esta cena….que inclusive, estava atrapalhando o transito…..talvez não tenha dado tempo de avisarem também a SMT para dar apoio a esta operação…observando agora a foto, além da irregularidade na “prestação de serviço público”, pode ser observado tijolos e areia na rua e calçada (que por sinal, do jeito que está não pode ser utilizada por um pedestre) me questiono: Se para retirar árvores e entulhos tem a anuência e apoio da Seminfra, como pode esta obra ser fiscalizada pelo mesmo órgão quanto das irregularidades do código de postura e obras?
    Outro questionamento: Quer dizer que para prestar serviço “particular” tem maquinários e recursos humanos, e para limpar a cidade não tem? Se escondem desta obrigação usando a “desculpa” de estar com problemas na licitação? Cadê a coragem do Secretario e do Prefeito dizerem a verdade? Seria no mínimo mais digno, dizer não queremos a Clean…queremos tal empresa, por isso estamos “inventando” uma nova licitação.