Os irmãos Hage e as eleições em Prainha e Monte Alegre. Por João Salame

Publicado em por em Monte Alegre, Prainha

Os irmãos Hage e as eleições em Prainha e Monte Alegre. Por João Salame
Os irmãos Gandor, Adriene e Júnior Hage: mirando nas eleições municipais do próximo ano. Foto montagem: JC

Depois de 4 mandatos de deputado estadual e de ter ficado na primeira suplência nas últimas eleições, com 44.900 votos, o advogado Júnior Hage decidiu tirar um tempo para cuidar de seus negócios pessoais e descansar numa propriedade rural no município de Prainha.

Junior era um dos deputados mais atuantes do parlamento estadual, com forte presença no interior do estado e muitas realizações entregues à sociedade. Filho de família tradicional do oeste do Pará, ele não pretende abandonar a política.

Em todas as eleições que disputou, a maior votação de Júnior Hage foi no município de Monte Alegre. Numa disputa acirrada com o grupo comandado pelo ex-prefeito Jardel Vasconcelos Carmo (MDB), ele vem tendo seu nome cogitado para disputar a prefeitura o ano que vem.

Em contato com a coluna, Hage disse que pretende reorganizar sua vida pessoal nos próximos meses, mas não descarta a possibilidade de disputar o pleito do ano que vem. Ele está filiado ao Partido Progressista (PP).

Gandor e Adriene

Um outro Hage desponta como forte candidato a prefeito de Prainha. É Gandor, irmão mais velho de Junior. Por enquanto sua candidatura enfrenta problemas de inelegibilidade junto ao Tribunal de Contas da União (TCU).

Nas eleições de 2020, ele ficou em segundo lugar, com 35,58% dos votos. O irônico é que sua irmã, Adriene Hage, também foi candidata e tirou 21,13% dos votos.

O prefeito Davi Xavier (MDB) se elegeu com 37,74%, se beneficiando da divisão familiar. Agora, o comentário é que Davi pretende apoiar Adriene à sua sucessão – com o objetivo de impedir a vitória de Gandor.

Anapu

Em Anapu, município localizado na Transamazônica, o ex-vereador Régis do Povão já está com a candidatura nas ruas para disputar a prefeitura o ano que vem.

Ele saiu do PSC e se filiou ao PL. Nas eleições de 2000, Régis ficou em segundo lugar.

O atual prefeito, Aelton Fonseca, já reeleito, não disputará o próximo pleito. Ele deve apoiar o atual presidente da Câmara Municipal, vereador Romildo Rocha (PSDB).

Régis vem recebendo forte apoio dos deputados federais Joaquim Passarinho (PL) e delegado Caveira (PL). No município, Zequinha Marinho ganhou para o governo estadual e Bolsonaro para presidente.

João Salame

É jornalista, ex-deputado estadual, ex-prefeito de Marabá, onde nasceu. Tem 61 anos e é o editor-chefe do site Opinião em Pauta, onde o artigo acima foi publicado originalmente. Ele pode ser encontrado também no…

— O JC também está no Telegram. Siga-nos e leia notícias, veja vídeos e muito mais.


Publicado por:

2 Comentários em Os irmãos Hage e as eleições em Prainha e Monte Alegre. Por João Salame

  • Esta notícia está errado o Júnior não está aqui no município de Prainha sumiu con a tak que pegou e o prefeito Davi Xavier não apontará Adriane como você sucessora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *