Ministério Público investiga kit com 5 itens de merenda entregue a alunos em Óbidos
Kit da merenda escolar entregue em Óbidos. Foto: arquivo/BJ

O kit de merenda escolar distribuído pela gestão do prefeito Chico Alfaia (PL) em Óbidos, com apenas 5 itens, virou alvo de investigação por parte do Ministério Público Federal (MPF), já que envolve recursos da União.

O MPF entrou no caso a partir de duas denúncias, uma delas com base em matéria publicada pelo Blog do Jeso na semana passada. Elas foram juntadas numa única, conforme informou ao blog a procuradora da República Patrícia Daros Xavier.

 

De janeiro a abril deste ano, Óbidos recebeu quase meio milhão de reais do do Ministério da Educação, para aquisição de merenda escolar. O kit distribuído aos alunos, porém, tem apenas 5 produtos diferentes — arroz, macarrão, leite em pó, achocolatado e farinha de mandioca.

Um depósito da Prefeitura de Óbidos, no bairro Santa Terezinha, foi flagrado com grande quantidade e diversidade de gêneros alimentícios não incluídos no kit da merenda, como frango, picadinho, suco, enlatados diversos, entre outros produtos.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Ministério Público investiga kit com 5 itens de merenda entregue a alunos em Óbidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Adenildo Pereira Souza disse:

    Este é um verdadeiro Kit Vergonha. Lamentável essa atual administração pública de Óbidos. Felizmente está chegando ao final. Que possam vir dias melhores. Eleições vêm aí.

  • Mario disse:

    Essa pandemia veio para consertar esse tipo de comportamento, tem que ser muito mal caráter e burro para não perceber a última oportunidade para o homem se emendar, quem não aproveitar a fatura será com juros altíssimos.