Vereador deixa a base governista, e assina CPI para investigar Saúde em Óbidos, Rosinaldo Cardoso
Rosinaldo Cardoso, vereador mais votado em 2016

Em pronunciamento nesta segunda-feira na tribuna da Câmara de Vereadores de Óbidos, Rosinaldo Cardoso (Patriota) anunciou a sua saída da base de apoio na Casa ao prefeito Chico Alfaia (PR).

Ele foi o vereador mais votado no município na eleição de 2016, e aliado de primeira hora da atual gestão. Neste ano, o parlamentar disputou vaga à Alepa (Assembleia Legislativa do Pará), obtendo 8.699 votos, dos quais quase 6 mil em Óbidos.

“Agora faço uma autocrítica: nesse 1 ano e 10 meses de mandato, tivemos boas conquistas, mas não são satisfatórias. Sou cobrado diariamente, e com razão, pela população obidense”, disse Rosinaldo na Câmara nesta manhã.

“Por acreditar que o município pode muito mais, irei contribuir de forma independente. Quero deixar bem claro que não estou saindo da base governista para me aliar a outros grupos políticos. Terei uma atuação totalmente independente”.

Ainda na sessão de hoje, o vereador externalizou o seu primeiro gesto de independência em relação ao governo Alfaia: assinou o pedido de abertura de CPI na Câmara, para investigar supostas irregularidades na área da Saúde.

O pedido voltou a ser apresentado nesta segunda pelo vereador Chico Barbado (MDB), e já conta agora com as 5 assinaturas mínimas exigidas para abertura da CPI.

Assinaram:

— Chico Barbabo (MDB);
— Kedson das Máquinas (MDB);
— Preto Sousa (PSD);
— Lindomar Marinho (PSC), e
— Rosinaldo Cardoso (Patriota).

Pedido de CPI da Saúde em Óbidos
O pedido de CPI com as 5 assinaturas necessárias

A previsão é de que na sessão ordinária de amanhã (6) o pedido seja protocolado junto à Mesa Diretora da Câmara.

Aprovado o requerimento, serão escolhidos os integrantes da CPI e iniciado os trabalhos de investigação.

QUEM É

— Nome: Francisco Rosinaldo Guimarães Cardoso
— Idade: 55 anos
— Grau de instrução: Ensino superior completo
— Mandatos: 2, todos de vereador: 2012, pelo PP, 450 votos; 2016, pelo PEN, 1.076 votos.

Leia também:
Festival de música realizado em Óbidos tem fracasso de público nos 3 dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *