Ângelo Ferrari lidera para prefeito de Oriximiná em todos cenários, aponta Doxa
Ferrari (centro), está à frente de Ludugero (esq.) e Fonseca. Foto montagem: Blog do Jeso

O candidato do PTB à Prefeitura de Oriximiná (PA), Ângelo Ferrari, lidera com folga em todos os cenários da mais nova pesquisa de intenção de votos para o cargo, realizada pela Doxa no município. O instituto também aferiu a avaliação dos governos municipal (Ludugero), estadual (Helder) e federal (Bolsonaro).

Registrado na Justiça Eleitoral (PA 00997/2020), o levantamento foi realizado na semana passada – de 3 a 6. 400 eleitores em todos os bairros da cidade, além da zona rural, foram consultados. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos na amostra.

 

A Doxa simulou vários cenários da disputa para prefeito deste ano, cuja votação será no dia 15 de novembro. Em todos eles, o deputado estadual aparece à frente.

Na pesquisa espontânea, em que não se apresenta os nomes dos pré-candidatos aos entrevistados, Ferrari lidera com 21,3%. Em 2º lugar, aparece Delegado Fonseca (PRTB), com 9,4%, do PSB, seguido do ex-prefeito Gonzaga (8,2%) e Ludugero, atual prefeito (6,5%), do PL.

Confira o panorama geral desse cenário:

Estimulada – cenário 2: Ângelo lidera

Na pesquisa estimulada, quando o nome dos candidatos é mostrado aos entrevistados, em um cenário com 7 postulantes ao cargo de prefeito, Ângelo Ferrari aparece disparado na dianteira com 35,2% – mais de 20 pontos percentuais à frente do 2º lugar, Delegado Fonseca (15,6%).

Gonzaga é o 3º, com 14,5%.

Na 4ª posição, Ludugero (10,2%). Zequinha, Hércules e Mauro Wanzeler estão em empate técnico na 5ª colocação, com 3,6%, 2,6% e 2,2% respectivamente.

Os indecisos (não sabe/sem resposta) somam 10,4% e os dispostos a votar em branco, 6,1%%.

Estimulada – cenário 3

A Doxa também estimulou um cenário sem o ex-prefeito Luiz Gonzaga Viana Filho. Nele, Ferrari sobe para 36,2%. O Delegado Fonseca vai para 18,1%, permanecendo em 2º lugar.

O atual prefeito, Ludugero, vai para 13,1%. Zequinha obteve 5,2%; Hércules ficou com 2,9% e Mauro Wanzeler conseguiu 2,8% das intenções de voto. Os votos flutuantes (branco/nulo e indecisos) aumentaram para 21,7%.

Rejeição

Os nomes mais rejeitado pela população entre 5 potenciais candidatos a prefeito de Oriximiná é, disparado, o atual ocupante do cargo, Ludugero, com 35,5%.

Gonzaga aparece em 2º, com pouco mais de 14%. Ferrari e Fonseca, em empate técnico, aparecem na terceira posição, com 7,2% e 10,2%, respectivamente.

O cenário completo da rejeição está configurado abaixo:

LEIA também: MP investiga uso de máquinas públicas em posto de irmão do prefeito de Alenquer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *