MP investiga uso de máquinas públicas em posto de irmão do prefeito de Alenquer
Josino Filho: indícios de corrupção em Alenquer. Foto: Facebook

O Ministério Público (MP) do Pará continua investigando o atual prefeito de Alenquer, Josino Alves Filho (PP), sobre a denúncia de utilização de máquinas públicas para construção de um posto de combustível particular. A informação é do DOL.

A instauração do inquérito civil ocorreu em abril de 2018. Para o MP, a ação configura como crime de improbidade administrativa.

 

A denúncia aponta que o prefeito permitiu a utilização de máquinas pertencentes ao poder público municipal, na construção do Posto de Combustível “Tio Josino”, empresa Alves Josino e Cota LTDA-ME, sediado no município, cujo sócio proprietário é o irmão dele.

Conforme mostra o documento, na época, Josino Alves ocupava o cargo de vice-prefeito, e se utilizou do seu cargo para beneficiar seu grupo familiar.

Atualmente Alves ocupa o cargo de prefeito em decorrência da cassação do titular, Juraci Estevam.

Vínculo empresarial: MP

Na tentativa de ocultar o crime praticado, os irmãos Alves resolveram baixar a inscrição empresa junto ao Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas da Receita Federal do Brasil, e constituíram nova empresa em nome de terceiros.

Para os investigadores essa manobra não prejudica o trabalho inquisitorial, pois nos registros cadastrais dos órgãos federais ainda é possível verificar o vínculo empresarial e familiar, além das provas da utilização do patrimônio público em benefício de interesse particular de familiar do prefeito.

LEIA também: Prefeitura de Alenquer vai gastar mais de R$ 900 mil com escritórios de advocacia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *