Justiça barra nova investida do prefeito de Vitória do Xingu afastado por 6 meses
Murilo Sousa, atual prefeito de Vitória do Xingu

Em sua segunda investida na Justiça para voltar ao cargo, do qual foi afastado por 6 meses, acusado de corrupção (improbidade administrativa) pelo MPPA, o prefeito de Vitória do Xingu (PA), Caetano Oliveira (PSB), sofreu novo revés.

Nesta quinta-feira (2), o desembargador Mairton Marques Carneiro indeferiu o pedido de reconsideração da decisão, proferida no último dia 21, da desembargadora Nazaré Gouveia que negou a volta do prefeito ao cargo.

 

“É vedada a reiteração ou a reconsideração de pedido já apreciado em plantão anterior, destarte, quedo-me impossibilitado de analisar o pleito de reconsideração, quando a Desembargadora Plantonista Maria de Nazaré Silva Gouveia dos Santos já analisou e indeferiu, em 21/12/2019, o pleito liminar do agravante [Caetano Oliveira]”, justificou Mairton Carneiro.

Ou seja, o município continuará com a gestão sob o comando do vice-prefeito eleito, Murilo Sousa.

Leia a íntegra da nova decisão do TJ do Pará contra Caetano Oliveira.

LEIA também sobre o caso: Afastado do cargo, prefeito saca R$ 3 milhões da conta Banpará de Vitória do Xingu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *