Do engenheiro florestal Mário Jorge Parente, de Belém:

O Congresso do PT  me pareceu, pelos movimentos no evento, que os lulistas pretendem neste pleito derrotar o que resta do petismo orgânico no partido. Neste caso, representado por Tasso Genro (RS), Eduardo Cardozo (SP) e de certa forma Ana Júlia Carepa, mais especificamente o seu grupo de garotos da DS (Democracia Socialistra) – Imbiriba, Arroyo, Maurílio, Puty, entre outros.

Para o lulismo, derrotar o petismo é uma necessidade para continuar seu projeto. Neste sentido, uma vitória de Jader Barbalho sobre Ana Júlia cai bem neste processo.

Em relação a um futuro governo de Dilma, eu diria que será um governo muito mais conservador que o de Lula, ainda que na capanha possa ter uma retórica mais radical.

A retórica pseudo-esquerdista de defesa da anistia de algumas bandeiras dos movimentos sociais é apenas uma tática eleitoral para seduzir a ala socialista do PT e dar ânimo aos stalinistas do PCdoB, aos castristas e aos trabalhistas históricos.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

3 Comentários em: O lulismo torce por Jader

  • As falcatruas criminosas envolvendo bandoleiros petistas que integram o primeiro escalão do governo Lula parece não ter fim.
    Como se não bastasse à tentativa frustrada de agraciar com recursos da viúva parlamentares que compunham o Congresso Nacional para que projetos de interesses do governo fossem sistematicamente aprovados, ou seja, sem um aprofundado processo de discussão e debate, como um rolo compressor, o conhecidíssimo “mensalão”; o reluzir das cinzas de um suposto dossiê que incriminaria o tucano José Serra por desvio de verbas públicas no governo do Estado de São Paulo, o famoso caso dos “aloprados” petistas; surge agora um gigantesco esquema criminoso de desvio de verbas da Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo quando era presidida pelo atual tesoureiro de campanha da Ministra Dilma Roussef, que insuflou com verbas oriundas de contribuintes brasileiros, notadamente, os das classes média e média-baixa, o caixa dois das arcas petistas na campanha eleitoral do Presidente Lula em 2002.
    Mas não é só, estima-se que antes mesmo de iniciar a campanha eleitoral que se avizinha, já ingressará de maneira irregular, ou seja, caixa dois, nas contas da candidata do governo – Ministra Dilma – a bagatela de 43 milhões de reais afim de ser usado na campanha eleitoral da candidata do governo Lula.
    Diante de mais esse aterrorizante caso de corrupção envolvendo integrantes petistas ligados diretamente ao Presidente Lula, e tendo obviamente a sua direta condescendência, estamos convictos de que este governo na história de nossa República ficará marcado como mais corrupto desde a gênesis do regime democrático em nosso País.

    • Oculista e Veja (tudo a ver).
      O geógrafo Miltom Santos já dizia que não devemos ter como fonte de informação apenas um veículo. Meu caro, este assunto do BANCOOP já foi explorado em outra campanha.
      Não “enxergue” a república apenas de 2002 pra cá.

      • Flavio,
        É que o Oculista não enxerga. Portanto não leu o ultimo factoide da revista in-Veja..
        Só ouve o noticiário da Globo.

        Tiberio Alloggio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *