Os passageiros dos aeroportos na região amazônica não terão aumento na taxa de embarque, entre eles o Maestro Wilson Fonseca, em Santarém, conforme decretado ontem (31) pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

A medida, que encarece a tarifa em R$ 0,91, não atinge nenhum dos terminais dos nove estados da Amazônia Legal.

O reajuste ocorre anualmente e é calculado por meio da aplicação do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

O aumento foi publicado no Diário Oficial da União, sobre as tarifas aeroportuárias de embarque, pouso e permanência, pagas pelas companhias aéreas aos administradores dos aeroportos nas operações de pouso, decolagem e permanência nos pátios dos terminais.

No ano passado, 461 mil passageiros passaram pelo aeroporto Wilson Fonseca. Um aumento de 13,88% em relação ao ano de 2010.

Leia mais em Amazônia fica fora de aumento em taxas de embarque.

Leia também:
Cafeteria no Wilson Fonseca.
Turismo casa-trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *