Em vídeo, jovens viram alvo de pornografia de vingança; caso chega à polícia em Placas
O vídeo tem cerca de 4 minutos de duração. Foto: Reprodução desfocada do vídeo

Um vídeo que circula nas redes sociais transformou dezenas de jovens, algumas até casadas, em vítimas de pornografia de vingança (porn revenge, em inglês) na cidade de Placas (PA). Pais das vítimas foram à polícia registrar o caso e cobrar providências.

No vídeo, são divulgadas fotos das jovens com legendas de teor sexual chulas, de conteúdo claramente calunioso e difamatório.

 

O vídeo tem cerca de 4 minutos de duração. Várias das vítimas aparecem com nome na legenda, a maioria é tachada de “putinha” ou “puta”, em fotos provavelmente retiradas de redes sociais. As fotos não são íntimas.

O uso de fotos de qualquer pessoa, homem ou mulher, com a  intenção de prejudicá-las e lhes causar constrangimento pode ser enquadrado como crime. A pornografia de vingança é algo pior, com consequências muitas vezes sérias: há mulheres que perdem empregos, entram em depressão e até casos de suicídio já foram registrados.

— LEIA também: Delegacia de Polícia de Conflitos Agrários e Meio Ambiente tem novo titular

Especialistas afirmam que a mulher deve ter coragem e buscar a punição de quem a submeteu a esse tipo de exposição.

Delegado da Polícia Civil do Pará em Placas, às margens da rodovia Transamazônica (BR-230), Djalma Pereira disse que não será tarefa fácil identificar o autores (ou autoras) da montagem do vídeo. Mas que quem estiver compartilhando-o também está cometendo crime. E deve ser denunciado.

Veja o que o policial disse sobre o caso.

De acordo com um especialista em crime pela internet, o Marco Civil da Internet (Lei 12.965/2014) trouxe um importante instrumento para proteção da vítima desse ato lesivo em seu artigo 21. A mulher vítima de porn revange poderá notificar o site ou serviço que hospeda as fotos/vídeo desse tipo para que ele promova a retirada desse conteúdo.


📹 Assine o canal do Blog do Jeso no Youtube, e assista a dezenas e dezenas de vídeos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *