Morre, aos 68 anos, o jornalista Thompson Mota; estava em UTI em Belém
Thompson Mota e sua esposa Márcia

Morreu nas primeiras horas da tarde desta quarta-feira (30) o jornalista Thompson Félix Custódio da Mota, 68 anos. Ele estava em UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) de um hospital em Belém (PA).

Thompson Mota, segundo um de seus amigos, Orly Bezerra, foi submetido há pouco tempo a uma cirurgia. “Depois de vários dias na UTI, [ele] não resistiu e faleceu no início da tarde [de hoje]”, relatou em rede social o publicitário.

 

O saúde do jornalista começou a se deteriorar desde que foi submetido a uma cirurgia mal feita no quadril em Santarém, onde morava há quase 20 anos. Era também cardíaco.

Ex-vereador em Belém, com passagem por emissoras de rádio como a Marajoara e Liberal, entre outras, Thompson Mota voltou à capital paraense para corrigir cirurgia ortopédica. Estava internado no aguarde/" target="_blank" rel="noreferrer noopener" aria-label="Hospital Beneficente Portuguesa (abre numa nova aba)">Hospital Beneficente Portuguesa.

Sua esposa Márcia, odontóloga, o acompanhava.

Campanhas eleitorais

Em Santarém, Thompson continuou sua militância na imprensa e na política — era filiado ao PSDB.

Em 2006, foi candidato a deputado federal pelo PTB. Em 2012, participou da disputa eleitoral concorrendo a uma vaga à Câmara de Vereadores. Repetiu a dose em 2016, pelo PSDB. Em nenhuma delas obteve êxito.

Thompson Mota nasceu em Santarém em janeiro (dia 14) de 1951.

— LEIA também: 66% das candidaturas a vereador são deferidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *