Publicado em por em Justiça, Mojuí dos Campos, Política

A primeira-dama prestou depoimento ao MP em dezembro passado

Mojuí no MP: leia o depoimento de Adrielly Lima.
Adrielly Lima, primeira-dama e titular da Semtras: depoimento ao MP. Foto: Instagram

Mojuí dos Campos (PA), gestão do prefeito Marco Antônio Lima (MDB), está sob investigação do MP (Ministério Público) do Pará, por ter fechado contrato sem licitação com o escritório de contabilidade Edmar Junior de O. Imbeloni, com supostos valores acima do preço de mercado.

O caso foi revelado na quarta-feira (2) pelo portal JC. Quatro secretários municipais já foram ouvidos em depoimento prestado ao promotor Diego Belchior Santana, da 9ª Promotoria de Justiça em Defesa da Probidade Administrativa. Entre eles, Adrielly Linhares Lima, primeira-dama e secretária de Trabalho e Assistência Social (Semtras).

A pasta é uma das 4 unidades ordenadores de despesa de Mojuí que tem negócios com o contador Edmar Imbeloni. O escritório dele foi contratado 10 dias depois da posse de Marco Antônio Lima, no ano passado, sem licitação (inexigibilidade).

Só no ano passado, a empresa recebeu dos cofres públicos quase meio milhão de reais – 98% a mais do que o município pagava pelo mesmo serviço em 2020, último ano da gestão do ex-prefeito por 2 mandatos Jailson Alves (2013-2016 e 2017-2020).

Abaixo, o depoimento de Adrielly Lima ao MP no dia 13 de dezembro passado.

Depoimento: Adrielly Lima ao MP by Blog do Jeso on Scribd


Publicado por:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.