Equatorial Pará orienta sobre plantio e podas de árvores nas cidades
Equatorial Energia Pará preparou algumas orientações para o serviço de podagem mais seguro. Foto: Equatorial Energia

Um dos maiores patrimônios ambientais das cidades é, sem dúvida, um plano eficiente de arborização. Árvores espalhadas por todos os cantos, abrigando pássaros e dando sombra contribuem significativamente para a diminuição da temperatura, além da qualidade do ar.

Entretanto, para evitar conflitos com a rede elétrica, é necessário planejar o plantio da vegetação e a manutenção. Por isso, a Equatorial Energia Pará preparou algumas orientações para que todo o processo, incluindo o serviço de podas, seja feito de forma segura e sem causar interrupção no fornecimento de energia.

— LEIA AINDA: Oriximiná, Óbidos, Alenquer e Terra Santa em 4 notas: hospital, trânsito, licitação e energia rural

A responsabilidade pela fiscalização do plantio correto e podas preventivas é das prefeituras de cada município. São elas quem devem ser acionadas pela população quando houver necessidade de poda de árvores em espaço público ou para fazer denúncia de algum plantio irregular.

Cabe ainda aos órgãos ambientais municipais auxiliarem na escolha da espécie mais adequada para determinada localidade, além de orientar sobre as regras de plantio da cidade.

Caso a prefeitura identifique que não é possível realizar o serviço por questões de segurança para seus colaboradores e/ou população, pelo fato dos galhos estarem muito próximos ou tocando a rede elétrica, ela deve comunicar a Equatorial para que uma equipe seja enviada para dar apoio na execução da poda.

A Equatorial faz poda?


A empresa reforça que realiza poda de árvores dentro do seu processo de manutenção preventiva da rede elétrica, que é determinado por uma estratégia para garantir a qualidade e confiabilidade em circuitos da distribuição de energia e destaca que não atende solicitações de poda de árvores de clientes, isso deve ser feito ao órgão municipal.

Em todo o Pará, a área de meio ambiente da Equatorial Energia faz essa gestão junto com os órgãos municipais para essa adequação entre o sistema elétrico e a arborização urbana evitando, desta forma, conflitos e, aumentando a qualidade e a segurança da energia que chega até os clientes.

De acordo com o executivo de manutenção da Equatorial Pará, Célio Sousa, a distribuidora realiza em todo o estado, serviços de podas e roço de vegetação próximas à rede elétrica, de forma preventiva. “Esse nosso trabalho, em muitas localidades, principalmente as de difícil acesso, é fundamental para garantir qualidade no fornecimento de energia. Mas para o correto tratamento do assunto, é fundamental que sejam evitados plantios próximos às redes de energia”, esclarece.

Vale ressaltar que as árvores na rede podem causar transtornos como fios partidos, postes quebrados, até caso de curtos-circuitos e incêndios. Todos estes acontecimentos oferecem risco à segurança da população, além de poder causar suspensão no fornecimento, oscilação da energia e até queima de equipamentos.

Fique por dentro

Antes de plantar, é preciso avaliar o espaço e a espécie adequada de acordo com o normativo de cada município;

As árvores, especialmente as de médio porte, devem ser plantadas em calçadas opostas a fiação de energia;

• Vegetações de grande porte só devem ser utilizadas na arborização de praças, bosques, parques, grandes canteiros e espaços abertos, sempre observando a distância em relação a rede elétrica;

É preciso conhecer previamente a planta para saber a necessidade e o momento da intervenção (poda), bem como as partes a serem aparadas;

A responsabilidade da poda em residências e propriedades particulares são do proprietário e não deve ser realizada em dias de chuva, pois com o tronco e folhas molhadas há o risco de acidentes;

Em espaços públicos, a poda deve ser solicitada à prefeitura, que enviará equipes capacitadas e autorizadas para realizar o serviço.


Assine e participe, comente no canal do Blog do Jeso no Telegram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *