Liderança construída pela simplicidade e dedicação ao povo de Mojuí e Santarém

Publicado em por em Mojuí dos Campos, Pará

Liderança construída pela simplicidade e dedicação ao povo de Mojuí
Jailson Alves, primeiro prefeito da história de Mojuí dos Campos. Foto montagem: JC

Neste 19 de maio celebra-se o aniversário da maior personalidade política recente da história de Mojuí dos Campos, o município caçula do Pará. O homem da cabeça branca que com sua maestria futebolística conquistou a amizade de seus conterrâneos: Jailson da Costa Alves ou Jailson do Mojuí, como é mais conhecido, o menino de origem pobre e que entrou pra história como o primeiro prefeito do seu município.

Foi Jailson, o responsável pelos primeiros passos, pela condução do processo de instalação e estruturação do recém-emancipado município de Mojuí dos Campos em 2013.

De família simples, Jailson não aceitou sua condição e enfrentou seu destino batalhando desde a infância. Sua mãe, uma costureira da então vila de Mojuí dos Campos, o encaminhou para a vida. Como todos os garotos da sua época, teve que encarar os trabalhos desde cedo para ajudar sua família.

Na Cidade Pepita: jogador

Foi colheitador de malva (juta) nas águas do igarapé do Beira Rio, vendedor de picolé e um bom jogador de futebol.

Jailson nem imaginava que o destino lhe reservava servir à sua terra, por isso ainda na juventude ousou abandoná-la em busca de oportunidade de trabalho, mais digno e foi na Cidade Pepita (Itaituba) que se destacou como um grande jogador de futebol, brilhando em campo contra craques do futebol internacional, como Leonardo do Flamengo. Em Itaituba, Jailson trabalhou como técnico bancário.

De volta à sua terra e com formação em contabilidade, Jailson atuou como professor de matemática e também prestou serviços a empresários. Diante do clamor de renovação política no cenário local, seu nome despontou em meio à população mojuiense e a primeira missão lhe dada foi presidir o então Conselho Comunitário, cargo que lhe alçou a disputar e ser eleito vereador por Santarém (2009/2012) com 2.967 votos.

As orações de sua mãe o colocaram na trilha para tecer uma carreira política invejada até por seus “amigos”, pois o então Jailson do Mojuí desenvolveu uma capacidade de conquistar até elogios de seus adversários e, portanto, construir uma grande frente que desbancou os “velhos coronéis” da política local e se tornou o primeiro prefeito de seu município (2013-2016) com 8.653 votos.

Destaque regional

Como um bom jogador de futebol, soube cadenciar as jogadas e ter ao seu lado a Câmara de vereadores. E com seu carisma e espírito de liderança conseguiu se manter por mais 4 anos no posto maior do município (2017-2020) com 8.302 votos.

No posto de prefeito levou recém-criado município a ser destaque regional por suas iniciativas e com isso alcançou postos como a presidência da Associação de Municípios da Transamazônica e Santarém-Cuiabá – Amut.

Em sua passagem política de 12 anos, Jailson da Costa Alves recebeu os título de Cidadão Paraense, de Cidadão Santareno e Cidadão Mojuiense. Sua liderança é reconhecida por políticos do estado como o deputado federal Júnior Ferrari, deputado federal Henderson Pinto e a deputada estadual Cilene Couto.

São 56 anos de vida que se confunde com as histórias de Santarém e Mojuí dos Campos, de um homem simples e que nasceu para estar no meio de seu povo.

Parabéns, Jailson do Mojuí!

— O JC também está no Telegram. E temos ainda canal do WhatsAPP. Siga-nos e leia notícias, veja vídeos e muito mais.


Publicado por:

2 Comentários em Liderança construída pela simplicidade e dedicação ao povo de Mojuí e Santarém

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *