Candidato do PRP a deputado anuncia, em plenário, saída da campanha, alaercio cardoso
Alaércio Cardoso, vereador do PRP

Em pronunciamento nesta terça-feira, na tribuna da Câmara de Vereadores de Santarém, oeste do Pará, Alaércio Cardoso (PRP) anunciou a sua desistência de concorrer a uma vaga para Alepa (Assembleia Legislativa do Pará).

O empresário está registrado na Justiça Eleitoral sob o número 44.444, na coligação “Lutando Pelo Pará” – PSDB / DEM / PDT e PRP.

Alaércio disse que seu grupo político e a família influenciaram na sua decisão de abandonar a disputa.

Segundo Alan Lemos, em artigo no Blog do Jeso, a coligação capitaneada pelo PSDB e que tem 61 candidatos, deve eleger entre 10 a 12 candidatos a deputado estadual, todos provavelmente com mais de 40 mil votos.

Na eleição de 2016, Alaércio obteve 1.904 votos – o 19º mais votado entre os 21 vereadores eleitos.

RAIO X

— Nome: Alaércio Magalhães Cardoso
— Idade: 42 anos
— Profissão: empresário do ramo de farmácia
— Votos em 2016: 1.904
— Partido: PRP
— Bens declarados em 2018: R$ 213.666,81
— Bens declarados em 2016: R$ 283.424,35
— Grau de instrução: Superior completo

  • 34
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Candidato do PRP a deputado estadual anuncia em plenário saída da campanha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Alberto Silva disse:

    Muitos vermes entraram apenas para vender seus votos, abrindo mão de suas campanhas para abraçar outras…é o mercado dos “currais eleitorais”.
    Diz o ditado : – O pior cego é aquele que não quer ver a um passo do farol.

  • santarempistola disse:

    bixo… não consegue representar os que os elegeram… isso foi ego… isso foi despreparo para enfrentar desafios deste tamanho… foi dar o passo maior que a perna…