Ministério Público ajuíza ação contra empresa de coleta de lixo em Santarém
Nos meses de agosto, setembro, outubro e novembro de 2020 o governo Nélio Aguiar pagou mais à empresa coletora de lixo de Santarém. Foto: Reprodução/Arquivo BJ

A empresa responsável pelo serviço de coleta de lixo e limpeza pública em Santarém (PA) teve mais trabalho nos meses da campanha eleitoral de 2020. Por isso, foi contemplada com mais recursos pelo governo Nélio Aguiar (DEM). O montante pago pelo prefeito reeleito à Terraplena nesse período soma mais de 1,5 milhão de reais.

Em média, Nélio Aguiar pagou de janeiro a julho do ano passado R$ 1,220 milhão pela prestação do serviço. A partir de agosto, quando a disputa eleitoral ganhou tração, os valores aumentaram em cerca de R$ 380 mil a cada mês. Chegando ao ápice em outubro, quando o repasse atingiu a marca de R$ 1.650.891,50 – 75% acima da média.

— LEIA MAIS: Aviso de paralisação de médicos foi ignorado por Mais Saúde e governo Nélio.

 

Os dados são da própria Prefeitura de Santarém, entregues há poucos dias ao vereador JK do Povão (PSDB), com cópia obtida pelo BJ (Blog do Jeso).

As eleições municipais do ano passado foram realizadas em 15 de novembro. Em Santarém, por conta do resultado – Nélio Aguiar (43% dos votos) e Maria do PT (36%) – a disputa foi encaminhada para 2º turno, quando o prefeito garantiu a sua reeleição por 59% a 40,7%.



Em dezembro, após o resultado eleitoral, os gastos com lixo voltaram à média dos meses antes da campanha eleitoral. “Só no ano passado foram disponibilizados mais de 16 milhões de reais com a coleta de lixo e limpeza urbana. Quanto se economizaria se esse serviço voltasse a ser feito pelo município?”, questiona JK do Povão.

Crítico da terceirização da Saúde, iniciativa bancada por Nélio Aguiar desde 2018, o vereador tucano também mira na privatização do serviço de lixo. “Com menos recursos, teríamos com certeza uma cidade mais limpa e com sobras no orçamento para investimentos na área da saúde, onde o caos é gritante. Basta fazer uma visita ao hospital municipal Dr. Alberto Tolentino Sotelo para comprovar”, afirmou o parlamentar.

Procurada, a assessoria da Prefeitura de Santarém, através da Seminfra (Infraestrutura) disse que o “aumento [dos recursos repassados à empresa] no período de verão se deu ao acréscimo das equipes de serviços públicos de varrição feito por meio de contrato com a empresa e dispensado após a aquisição de veículo que realiza o serviço”.

Raio X da coleta do lixo

💰 R$ 1.218.290,62

Média de pagamento pelo serviço de coleta de lixo e limpeza urbana entre janeiro e julho do ano passado em Santarém.

💰 R$ 1.598.763,62

Média de pagamento pelo serviço de coleta de lixo e limpeza urbana entre agosto e novembro do ano passado em Santarém.

💰 R$ 380.000,00

Média de pagamento a mais feita por Nélio Aguiar nos meses agosto, setembro, outubro e novembro pelo serviço de coleta de lixo e limpeza urbana em Santarém.

💰 R$ 1.520.000,00

Total de repasse de recursos a mais feito por Nélio Aguiar nos 4 meses (agosto, setembro, outubro e novembro) de campanha pelo serviço de coleta de lixo e limpeza urbana em Santarém.

💰 R$ 6.395.054,49

Total de recursos repassados por Nélio Aguiar nos 4 meses (agosto, setembro, outubro e novembro) de campanha pelo serviço de coleta de lixo e limpeza urbana em Santarém.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Coleta de lixo aumentou na campanha de 2020, e empresa recebe de Nélio 1,5 milhão a mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Bernadeth disse:

    Pensa num cara enrolado é esse Nélio e o pior que ainda não se dá por satisfeito ainda pretende lançar a mulher dele candidata pode? Depois de todas essas denúncias não ganha nem pra presidente de bairro