Datafolha: 4 em 10 não conseguem citar medida positiva de Bolsonaro
Jair Bolsonaro, seis meses de governo

Para 4 a cada 10 brasileiros, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) não fez nada de muito positivo ou que mereça destaque em seus seis meses de governo. O cenário está em levantamento do Datafolha feito nos dias 4 e 5 de julho, informa a Folha de S. Paulo.

Incitados a responder livremente (não foram dadas opções) o que o presidente teria feito de melhor até então, 39% dos entrevistados responderam “nada”.

 

Esse percentual sobe para 45% entre mulheres e pessoas com apenas o ensino fundamental, para 46% entre negros, para 47% no Nordeste, para 52% entre adeptos de religiões de matrizes africanas e para 76% entre quem avalia o governo como ruim ou péssimo.

Entre os que afirmam que votaram em Bolsonaro no segundo turno, 17% disseram não ter nada a destacar de muito positivo.

https://4.bp.blogspot.com/-7k_CaZBPxs4/XTWr3yz67-I/AAAAAAAAc2o/wZk6WKCUJGsiNOkAHeu78c49G0U9yOBQQCLcBGAs/s1600/Datafolha.JPG

Dos entrevistados que responderam, 8% consideram que houve avanços na segurança, 7% mencionaram a reforma da Previdência, 4% afirmam que houve combate à corrupção e 4% citaram os decretos de flexibilização do posse e porte de armas. O fim do horário de verão foi apontado por 1%.

Os que mais se referiram à segurança como o melhor do governo foram os homens e habitantes do Norte e do Centro Oeste (11%) e os partidários do PSDB (20%).

 

Por outro lado, quando questionados o que Bolsonaro teria feito de pior, 18% disseram que nada. Esse número passa para 22% entre os evangélicos, para 24% na região Sul, para 25% entre os amarelos e os que têm 60 anos ou mais e para 36% entre os que avaliam o governo como ótimo ou bom.

Os decretos das armas aparecem em primeiro lugar entre as iniciativas ruins, mencionados por 21% dos entrevistados. O repúdio é maior entre os negros (25%), quem avalia o governo como ruim ou péssimo (27%) e espíritas (28%).

A íntegra da matéria pode ser lida neste link.

— LEIA também: Palocci diz, em delação, que bancos doaram 50 milhões ao PT em troca de favores.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

3 Comentários em: Datafolha: 4 em 10 não conseguem citar medida positiva de Bolsonaro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • preseiro disse:

    Só de ver essa turma de esquerdistas, centristas, direitistas, liramaistas, resumindo corruptos todos agoniados com síndrome de abstinência por não meter a mão em recursos públicos, este já é o maior feito do bozo! Os outros são consequência deste.
    Nós bozominions estamos aplaudindo mas queremos mais!
    Tem que botar essa turma na jaula, para acompanhar o exemplo do guru deles, o cachaça 9 dedos.

  • Eu disse:

    Datafolha?! Qual credibilidade?

  • Raimundo Silva disse:

    Vou citar uma aqui que como morador da região Norte já pagou meu voto e já tem saldo para próxima: “O asfaltamento da BR 163” que nenhum dos ex-presidentes tiveram culhão para fazer. Pra quem não tem conhecimento de causa, ele enfrentou os poderosos e não deu a mínima. Felizmente a grande mídia que manipulava a opinião pública, está sem credibilidade. Fonte: “DATAFRAUDE” paciência!!!!