Delegacia da Mulher volta a funcionar 24h em Santarém aos finais de semana

Publicado em por em Política, Santarém, Segurança Pública

Delegacia da Mulher volta a funcionar 24h em Santarém aos finais de semana
A Deam em Santarém passa a funcionar em regime de plantão a partir de hoje (16). Foto: Arquivo JC

A Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Mulher (Deam) em Santarém, no oeste do Pará, a partir desta sexta-feira (16) passa a funcionar no regime de 24 horas aos finais de semana. As vítimas de violência doméstica ou de qualquer violência de gênero vão ser atendidas pela equipe especializada – e não mais na 16ª Delegacia Seccional Urbana da Polícia Civil do Pará.

“Sabemos que aos finais de semana a violência doméstica é potencializada pelo consumo excessivo de bebida alcoólica. Por isso, é de extrema importância que essa (delegacia) especializada funcione nesse período. Vai ser um grande avanço para Santarém”, destaca a delegada Andreza Alves, titular da unidade.

A medida é fruto de uma articulação da equipe junto à Delegacia Geral da Polícia Civil, em Belém, e ao Departamento de Polícia do Interior, também vinculado à PCPA.

“Nosso pleito foi aceito. O superintendente Jamil Casseb nos apoiou muito nessa causa para que delegacia voltasse a funcionar e agora foi conseguido. A violência doméstica é um problema recorrente que precisa ser combatido e esse é o nosso objetivo”, destaca Andreza Alves.

Delegada Andreza Alves, titular da Deam em Santarém. Foto: Arquivo JC

Com base em dados fornecidos pela Polícia Civil do Pará, em Santarém, entre os meses de janeiro e agosto de 2022, 623 medidas protetivas foram encaminhadas pelas autoridades. O número é menor em relação ao ano de 2021, quando foram registradas 965. Entre 2018 e 2020, mais de 3 mil ocorrências foram registradas pela Deam.

A Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Mulher (Deam) fica localizada na avenida Crisântemo, número 70, no bairro Aeroporto Velho.

  • JC também está no Telegram. Siga-nos e leia notícias, veja vídeos e muito mais.


Publicado por:

Uma comentário para

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *