Enfim, Alepa aprova o empréstimo de R$336 mi

Publicado em por em Política

Os 40 deputados presentes à sessão de hoje (25) na Alepa (Assembleia Legislativa do Pará) aprovaram o projeto que autoriza o governo do Estado a contrair empréstimo de R$ 366 milhões junto ao BNDES, recurso previsto para compensar as perdas de arrecadação provenientes da crise financeira de 2009.

Ao lado do líder do governo, deputado Gabriel Guerreiro (PV), e do chefe da Casa Civil do governo Ana Júlia (PT), Everaldo Martins, o deputado Carlos Martins (PT), vice-líder do governo na Casa, teve importante papel na articulação política para que todos os parlamentares chegassem a um entendimento.

Os recursos provenientes desta operação de crédito deverão ser creditados em conta específica.

A sua aplicação deverá ser feita obedecendo exclusivamente a seguinte proporcionalidade:

# 51% para os 143 municípios, considerando o indicador populacional;

# 33% para despesas de capital, como obras e instalações, equipamentos e material permanente;

# 4,5% para livre aplicação do governo do Estado; e

# 11,5% para aplicação, com valores iguais, indicados individualmente através de emendas parlamentares.

Fonte: Assessoria do deputado Carlos Martins.


Publicado por:

7 Comentários em Enfim, Alepa aprova o empréstimo de R$336 mi

  • Vamos acompanhar a aplicação das emendas , o Oeste tem 6 Deputados ; Antonio Rocha , Josefina,Alexandre Von , Junior Ferrari e Carlos Martins , teoricamente teremos varias obras nas cidades do Oeste do Pará ( Tapajós )……… A conferir . Fora o que será destinado diretamente ao municipio de Santarém .

    1. È a grana! Os caras estão armando o palanque da campanha!!!
      Esse assunto já vinha se arrastanto há vários meses e o PMDB resistia em aprová-lo. Inclusive foi objeto de chororô do dep. Zé Geraldo. E a aprovação do empréstimo só saiu porque decidiram fazer o RATEIO para contemplar todos os RATÕES!!!

  • Ou será que alguém acredita que todo este dinheiro vai virar obras…
    Talvez se transformem em outros milhões: milhões de santinhos, milhões de cartazes, milhões de faixas, milhões de outdoors, milhões em latas de tinta, milhões de litros de gasolina, milhões de litros de óleo e, por fim, milhões de votos!

    Com certeza, o cidadão comum não aprovaria um empréstimo desses em ano eleitoral… Mas os deputados… Esses não vivem, não pensam e não agem como os cidadãos comuns…

  • Que maravilha!!!
    Isso é que é legislar em causa própria…
    Uma parte gasta-se do jeito que quizer, a outra, os deputados decidem o que fazer…
    È o queijo no prato da ratasana enlouquecida por recursos para financiar a campanha…
    A quem nós vamos recorrer, meu Deus!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *