PSDB nacional veta vice tucano na chapa de Dr. Daniel em Ananindeua

O PSDB está fora da coligação com o MDB em Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém, informa o site Roma News.

A executiva nacional do partido, segundo o site, interferiu no diretório tucano no município, o 2º maior colégio eleitoral do estado, e suspendeu a aliança em que o vereador Erick Monteiro (PSDB) seria candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo deputado estadual Daniel Santos (MDB).

 

O motivo da intervenção seria consequência da estratégia montada na Assembleia Legislativa do Pará, arquitetada pela cúpula do MDB, que resultou na reprovação da prestação de contas de 2018 do ex-governador Simão Jatene (PSDB), inclusive, contando com a traição da bancada tucana de 4 deputados.

Ofício assinado pelo presidente do nacional do PSDB, Bruno Araújo, foi protocolado no Tribunal Regional Eleitoral paraense, informando a retirada do partido da coligação liderada por Daniel Santos, ex-tucano.

A convenção do PSDB ocorreu dia 1º de setembro. Além de MDB, a aliança para eleger Daniel Santos prefeito conta com outros 17 partidos.

Ainda na mesma decisão do nº 1 tucano, todo o diretório do PSDB em Ananindeua foi destituído, assumindo como interventor o pastor Juscelino.

LEIA também: TRE julga na 3ª ação de Alexandre Von pela cassação do deputado Renato Ogawa

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: PSDB nacional veta vice tucano na chapa de Dr. Daniel em Ananindeua

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Bíblia do 17 disse:

    enquanto o petismo faz acordo com tudo quanto é candidato bolsonarista sem nenhuma vergonha, o psdb se mostra mais moralmente cioso