TJ do Pará dá inicio à ação penal contra prefeito de Porto de Moz, edilson cardoso - porto de moz

A desembargadora Vânia Lúcia Silveira, do TJ (Tribunal de Justiça) do Pará, determinou o início da instrução – interrogatórios, coleta de depoimentos de testemunhas e defesa prévia – do processo penal contra o prefeito de Porto de Moz, Edilson Cardoso [foto], filiado ao PSDB.

Delegou ao juízo de Porto de Moz essa tarefa.

Leia também – Os 4 mais ricos e os 4 mais pobres eleitos para Câmara de Terra Santa.

Neste link, mais informações sobre esse caso.

Cardoso, que não conseguiu se reeleger, será intimado por carta registrada sobre o início da instrução. Concluída essa fase, os autos retornarão ao TJ, para que o julgamento do mérito nas Câmaras Criminais Reunidas.

Só o TJ pode julgar prefeitos em ações penais, devido o foro privilegiado que eles possuem.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: TJ do Pará dá inicio à ação penal contra prefeito de Porto de Moz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Genivaldo Abreu disse:

    A cada dia que passa porto de Moz continua pior o ministério público tem que cassar esses prefeitos safados e a cambada de vereadores delinquentes que fingem trabalhar pela população e na verdade fazem parte de toda essa roubalheira em especial porto de moz.

  • J. PAU NOS POLÍTICOS SAFADOS, CANALHAS, DELINQUENTES E VAGABUNDOS disse:

    Que bom! Tomara que essa ação do judiciário chegue em Almeirim.