Círio da Conceição: remaria com 8 canoístas vai cruzar o Amazonas de Manaus a Santarém

Publicado em por em Santarém

Círio da Conceição: remaria com 8 atletas vai cruzar rio Amazonas de Manaus a Santarém
Os canoístas são da Associação Santarena de Canoagem e Ecologia. Foto: AscomAS

Inicia no domingo (13), em Manaus (AM), a Remaria de Nossa Senhora da Conceição. O evento é uma das novidades da programação oficial do Círio da Conceição, festa da padroeira da arquidiocese de Santarém (PA).

O evento acontece em parceria com Associação Santarena de Canoagem e Ecologia (ASCAE). Será a 6ª edição da remaria do Círio da Conceição. Porém, é a primeira vez que o trajeto irá atravessar as águas de dois estados. Antes, o percurso era de apenas 3 km somente no perímetro de Santarém.

Agora, os atletas vão percorrer 2,117 km, saindo da escadaria do Porto de Manaus, no Amazonas, criando assim a maior peregrinação a remo do Brasil.

A saída de Manaus será após celebração eucarística presidida por dom José, na catedral metropolitana Nossa Senhora da Conceição, às 8h.  De lá, seguem em procissão até escadaria do porto da capital do Amazonas.

De acordo com Jackson Miranda, da Associação Santarena de Canoagem e Ecologia (ASCAE), cerca de 8 atletas da associação devem participar da peregrinação a remo, revezando o trajeto em caiaques oceânicos duplos, até a Catedral Metropolitana Nossa Senhora da Conceição, em Santarém, no dia 19 de novembro.

“Nós iremos levar três barcos específicos pra esse tipo de remada em um casco adaptado para rio Amazonas, duplo oceânico e os nossos atletas estão se preparando. Teremos a participação de 6 a 8 atletas que vão ficar revezando os horários da manhã e da tarde durante a essa peregrinação a remo,” destacou Miranda.

Os canoístas iniciam a jornada pelo rio Amazonas no domingo

Durante o trajeto, deve ser feito um trabalho de evangelização, sensibilização e integração regional nas cidades amazonenses de Itacoatiara e Parintins, e as cidades paraenses de Juruti, Óbidos e comunidades ao longo do rio Amazonas e próximas a Santarém.

Para além das homenagens e celebrações, outras atividades vão ser desenvolvidas como palestras educativas sobre segurança na navegação, poluição hídrica e escalpelamento, e cuidados com animais peçonhentos, organizadas pela Marinha e também pelos grupamentos de bombeiros das cidades de Manaus, Parintins, Juruti, Óbidos e Santarém.

Com informações da Arquidiocese de Santarém

  • JC também está no Telegram. Siga-nos e leia notícias, veja vídeos e muito mais.


Publicado por:

Uma comentário para

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *