Publicado em por em Justiça, Santarém

A autorização “para uso provisório” do turboélice matrícula PT-MEX foi assinada nesta quinta-feira (11)

Juiz da Narcos Gold entrega avião do narcotráfico à Segurança Pública do Pará
O Gran Caravan cedido pelo juiz Alexandre Rizzi à Segup do Pará. Foto: Jetphotos/Arquivo BJ

Um dos aviões apreendidos pela Polícia Federal (PF) na operação Narcos Gold, deflagrada semana passada contra um grupo criminoso com atuação no oeste do Pará, foi destinado pelo juiz do caso, Alexandre Rizzi, de Santarém, à Segup (Secretaria de Segurança Pública).

LEIA: Aeronave apreendida pela PF na Narcos Gold está em Santarém e pertence a Grota

A autorização “para uso provisório” do turboélice Cessna Aircraft (modelo 208B),matrícula PT-MEX, foi assinada nesta quinta-feira (11) pelo magistrado, a pedido da Segup-PA. Ficará sob a guarda (fiel depositário) do Graesp (Grupamento Aéreo de Segurança Pública.

A aeronave será utilizada em ações da Polícia Civil, inclusive em atividades de combate ao tráfico de drogas.

“Ressalto, contudo, que o bem apreendido será devolvido ao seu respectivo proprietário em caso de absolvição ou pela comprovação de que não foram obtidos com recursos advindos do tráfico ilícito”, destacou Rizzi.

— Braço jurídico: Juiz converte preventiva, e advogada alvo de operação da PF na região vai para casa

O dono do Gran Caravan é Heverton Soares Oliveira, o Grota, um dos alvos da Narco Gold e que está com a prisão preventiva decretada pelo juiz de Santarém à frente do caso. O garimpeiro milionário está foragido.

O avião dele foi sequestrado por ordem de Rizzi em função de fortes indícios de ser produto de atividades ilícitas do seu proprietário.

— Quem é o garimpeiro: Globo traça perfil de Grota, foragido da Justiça, em matéria sobre o narcogarimpo no Pará


Publicado por:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *