Médico cubano de 56 anos comete suicídio em Santarém

Publicado em por em Santarém, Saúde

Médico cubano de 56 anos comete suicídio em Santarém
O suicídio no Brasil, segundo a OMS, mata mais que o câncer e a Aids. Foto: ilustrativa

Um médico cubano cometeu suicídio em Santarém (PA) na tarde desta segunda-feira (1º). Ele praticou o ato em seu apartamento, no bairro Aparecida.

Andres Alvares Cepesdes tinha 56 anos. O JC apurou que o médico atuava exclusivamente com pacientes acometidos de covid-19. Era vinculado à Semsa (Secretaria Municipal de Saúde) e residia em Santarém há cerca de 2 anos.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), 32 pessoas se suicidam por dia no Brasil, o que significa que o suicídio mata mais brasileiros do que doenças como a Aids e o câncer.

Um suposto motivo que teria levado o médico à prática do suicídio teria sido a depressão. “Ele já apresentava um quadro depressivo. Hoje era o seu primeiro dia de férias”, confidenciou uma fonte da Semsa ao portal.

Andres Cespedes presidia a Associação dos Médicos Cubanos do Pará, entidade que conta com mais de 242 médicos que atuam em 57 municípios diferentes do estado. Em Santarém, morava no edifício Fausto Campos, na travessa Bauru, entre a Plácido de Castro de Coracy Nunes, Aparecida.

O médico cubano Andres Alvarez residia há 2 anos em Santarém

Ajuda

Se você estiver com sérios problemas e chegar a considerar o suicídio, pode procurar ajuda entrando em contato com o Centro de Valorização à Vida (CVV). Esse é um projeto que fornece apoio emocional e prevenção do suicídio. Através de telefone, e-mail e chat 24 horas todos os dias da semana.

Eles atendem de forma voluntária e gratuita todos que precisam conversar. O serviço é totalmente sigiloso. O site do CVV é www.cvv.org.br.

O médico Andres Alvarez em ação em zona ribeirinha no Pará. Foto: Arquivo pessoal/Tapajós de Fato
  • JC também está no Telegram. Siga-nos e leia notícias, veja vídeos e muito mais.


Publicado por:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.