Notório alfaiate, Balduíno Oliveira morre aos 78 anos de parada cardíaca
Balduíno Oliveira. Foto: Família Balduíno

Morreu na madrugada deste domingo (29), Balduíno da Luz de Oliveira, o Seu Balduíno, notório alfaiate em Santarém (PA), cujo ateliê fica na rua Ismael Araújo, em frente a TV Tapajós, afiliada da Globo no município.

Balduníno estava com 78 anos. Desde sexta-feira, ele estava hospitalizado, tendo passado pela UPA 2h e HMS (Hospital Municipal de Santarém), por conta de problemas renais e infecção generalizada.

Hoje, por volta de 1h da madrugada, ele sofreu 3 paradas cardíacas, não resistiu e faleceu. O velório está em curso na casa de Seu Balduíno, localizada ao lado da alfaiataria.

 

O sepultamento está marcado para logo mais às 16h, no cemitério São João Batista, no bairro Santa Clara.

Balduíno Oliveira, casado com Domingas Oliveira, nasceu no Mararu, às margens da rodovia Curuá-Una. O casal tem 6 filhos, 4 netos e 1 bisneto. Exercia o ofício de alfaiate desde os 18 anos.

“Ele dizia que aprendeu com o finado Robson, na antiga sede do São Raimundo”, ressalta Silas Oliveira, 31 anos. “Foi o melhor pai, o melhor avô e o melhor alfaiate do mundo”.

“Exemplo como pai, como chefe de família e, principalmente, como profissional no que fazia”, ressalta.

Balduíno e esposa, com familiares. Foto: Família Balduíno

— LEIA também: Amazonas registra a 1ª morte por coronavírus; homem morava em Parintins

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

3 Comentários em: Notório alfaiate, Balduíno Oliveira morre aos 78 anos de parada cardíaca

  • Exemplo de marido, pai e avo. Paradigma da humildade e da religiosidade Santarem perde uma grande personalidade. Descanse em paz Sr. Balduino. Saudade de quem aprendeu a admira-lo. Marco Antonio.

  • Exemplo de marido, pai e avo.. Paradigma de homem dedicado a familia e honesto. Seu vicio: o trabalho. Santaren perde uma grande personalidade. Descanse em paz Sr. Balduino. Saudade daquele que aprendeu admira-lo. Marco Antonio.

  • Que tristeza! Lembro bem dele trabalhando em seu ateliê, nos tempos que eu ainda trabalhava na emissão próxima a casa dele. Que Deus no ponha em bom lugar e dê conforto a sua família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *