Novo decreto da covid-19 fecha shoppings, bares, boates, academias... por 7 dias
Santarém, aumento expressivo de casos de covid-19 neste ano. Novo decreto para evitar o caos sanitário. Foto: Juan Azevedo/Arquivo Blog do Jeso

A partir de amanhã (24), pelo período de 7 dias, shoppings, bares, casas noturnas, academias, salões de beleza e estética, entre outros segmentos econômicos, estão proibidos de abrir as portas em Santarém (PA), como forma de reduzir a infecção viral de coronavírus no município.

Essas e outras proibições estão listadas no novo decreto (nº 296/2021) baixado nesta sexta-feira (22) pelo prefeito Nélio Aguiar (DEM), com aval do Comitê Gestor de Crise da Pandemia.

 

As novas medidas foram adotadas por conta do aumento de “casos monitorados, confirmados, internados e óbitos” detectados em Santarém nos últimos 20 dias. O número de infectados, por exemplo, aumentou 6%, conforme levantamento feito pelo Blog do Jeso.

O decreto manteve, por outro lado, o toque de recolher, de segunda a domingo, entre 22h e 5h, assim como o funcionamento reduzido de atividades econômicas não essenciais entre 9 e 15h.

→ LEIA também: Helder visita Maracanã, epicentro de casos de covid-19 em Faro, na fronteira com AM

Cultos religiosos presenciais estão liberados, mas com público máximo de 10 pessoas e desde que observada a distância mínima de 2 metros entre os presentes.

O uso de máscara continua obrigatório em ônibus, táxis, mototáxis, transporte por aplicativos, embarcações, lanchas e similares.

Confira a íntegra do decreto.

As aulas da rede pública e particular de ensino também foram suspensas, “até perdurar o banderamento [sic] vermelho”. Em igual período, estão proibidas visitas aos pacientes internados no hospital municipal Dr. Alberto Tolentino Sotelo e UPA 24h.

As aulas práticas nas auto escolas no município estão liberadas, desde que realizadas no horário de 6h às 20h.


📹 Assine o canal do Blog do Jeso no Youtube, e assista a dezenas e dezenas de vídeos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *