Covid-19 mata santareno no dia em que o pai morreu há 12 anos; Pará soma 273 mortos
Glenn e sua esposa: morreu nesta manhã. Foto: Facebook

Morreu na manhã deste sábado (2), em Belém, o santareno Glenn Serruya Malheiros, 58 anos. Há 12 anos, neste mesmo dia, seu pai, Rostand Hennington Malheiros, era vencido pelo câncer. O filho foi abatido pela covid-19.

Glenn estava há dias em uma UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) de um hospital na capital paraense lutando contra o novo coronavírus. Hoje pela manhã não resistiu e foi a óbito.

 

Malheiros era um dos 5 filhos do casal Rostand e Ruth Malheiros. Era casado com Elaine Malheiros.

De acordo com números da Secretaria de Saúde do Pará, o estado soma até agora 273 mortes por covid-19, sendo que 10 novos óbitos foram divulgados neste sábado.

LEIA também: Kits de teste rápido de coronavírus doados pela Alcoa chegam a Juruti

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Covid-19 mata santareno no dia em que o pai morreu há 12 anos; Pará já soma 273 mortos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *