Ministro da Saúde demite militar que já publicou fake news sobre a cloroquina
Queiroga: demissão do cloroquiner Angelo Denicoli, do Ministério da Saúde. Foto: Agência Brasil

Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, demitiu do militar Angelo Denicoli do cargo de diretor do Departamento de Monitoramento e Avaliação do SUS, informa o jornalista Lauro Jardim, de O Globo.

Quem é Denicoli, nomeado para a função por ninguém menos do que Eduardo Pazuello, há um ano?

— LEIA também: Em discurso na TV nesta 4ª, Bolsonaro mente sobre pavimentação da BR-163

 

Talvez o único dado mais consistente do militar em relação à área da Saúde foi  o fato de que, em abril de 2020, ter publicado em sua conta no Instagram uma informação falsa sobre a hidroxicloroquina, a de que uma organização dos EUA aprovara o seu uso para todos o tratamento de todos os tipos de casos de covid. Publicou ainda em seu perfil críticas à OMS.

Fora da área da Saúde, usou sua rede social para compartilhar ofensas a ministros do STF e e publicar sua própria foto participando garbosamente de um dos atos antidemocráticos ocorridos em Brasília no ano passado.

Talvez o ministro Queiroga, com a CPI da Covid pegando fogo, tenha preferido se livrar de tipos assim.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Ministro da Saúde demite militar que já publicou fake news sobre a cloroquina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • manuel disse:

    Alguns desses atuais militares que vergonhosamente e descaradamente participam do pior governo que em 521 anos o Brasil já teve, mereciam uma “aulas” práticas do facínora tal de Ustra, o torturador oficial da ditadura.