Pesquisa de Oxford diz que imunidade para quem contraiu covid-19 dura 6 meses

De acordo com um estudo divulgado nesta sexta-feira (20/11) pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, a imunidade contra o coronavírus desenvolvida por pessoas que já tiveram a infecção dura pelo menos seis meses. Antes desse período, há poucas chances de os recuperados serem contaminados novamente.

O estudo ainda está na fase de pré-print, ou seja, precisa ser revisado pela comunidade científica antes de ser publicado em revista especializada.

 

Foram analisados dados de 12.180 profissionais de saúde dos hospitais universitários de Oxford, durante 30 semanas. Os participantes fizeram testes regularmente e nenhum dos 1.246 que tinham anticorpos sentiram os sintomas da doença novamente. Entre eles, apenas três tiveram resultado de exame positivo para o coronavírus duas vezes.

Os pesquisadores consideram que a chance de reinfecção é muito rara e que a maioria das pessoas deve continuar com defesa imunológica por pelo menos seis meses após a infecção.

Os diretores da Organização Mundial da Saúde (OMS) receberam a notícia com otimismo. Durante entrevista de imprensa nesta tarde, o diretor de emergências da entidade, Michael Ryan, afirmou que os resultados trazem esperança.

 

“Esperamos ver respostas imunes semelhantes nas vacinas”, diz. A infectologista Maria Van Kerkhove, responsável pela resposta da OMS à pandemia, afirma que é preciso continuar monitorando, mas classificou a descoberta como “ótima”.

Com informações do site Metrópoles

LEIA também: Helder inaugura em Rurópolis a 128ª agência do Banpará no estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *