Polícia prende diretora e vistoriador em Almeirim por fraude no sistema do Detran
Celiane Goés, presa nesta terça-feira em Almeirim. Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores do Pará (DRFRVA) e do Serviço de Inteligência do Detran (Departamento de Trânsito do Pará) estiveram nesta terça-feira (8) no distrito de Monte Dourado, município de Almeirim, para cumprir mandato de prisão preventiva e busca e apreensão domiciliar.

A ação está relacionada às operações Sinal Vermelho e Lock, deflagradas no ano passado.


 

Foram presos Wolney Daniel Araújo Cabral e Celiane Toscano Goés, ambos servidores lotados na Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito). O primeiro é vistoriador; a segunda, gerente.

Os dois respondem processo por crimes de associação criminosa e inserção de informações falsas no sistema eletrônico do Detran.

Segundo investigações da polícia, Wolney e Celiane teriam alterado as características de uma motocicleta no sistema, e inserido tais dados para uma pick-up (L200 Trinton), da cidade de Redenção, no sul do Pará.

Com isso, criaram um “novo” veículo através da fraude, contando ainda com a participação de despachantes.

 

Ainda que indiciados na operação Lock por esses tipos de crimes, os 2 servidores, de acordo com a polícia, continuaram fraudando o sistema.

Diapositivos eletrônicos e documentos foram apreendidos e serão analisados pela polícia.

Wolney Cabral, vistoriador da Ciretran em Almeirim: preso. Foto: Polícia Civil do Pará

LEIA também: Pistola usada para matar Apolinário foi apreendida em maio e devolvida após fiança

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

3 Comentários em: Polícia prende diretora e vistoriador em Almeirim por fraude no sistema do Detran

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Marcos Paulo disse:

    Jeso, não entendi essa estória. Como a Celiane Goés ainda continuava na gerência, se havia sido exonerada no final de 2018?

    1. Jeso Carneiro disse:

      Marcos, essa matéria foi feita com informações da Polícia Civil do Pará. Nem sabia dessa tua informação sobre a gerente.

      1. Marcos Paulo disse:

        Jeso, no Ioepa não consta nada dessa pessoa desde 2018. O que mais será que estava acontecendo nesse Detran? Vixe…