A SNDH (Secretaria Nacional de Direitos Humanos), vinculada à Presidência da República, solicitou à TV Ponta Negra (SBT) as imagens do linchamento ocorrido há cerca de 10 dias na comunidade de Curuaí, em Santarém, e que resultou na morte de João Augusto, o Nhambu.

A emissora santarena deu visibilidade nacional ao caso.

No embalo, a Corregedoria da PM no Pará também fez igual pedido à empresa comandada pelo empresário Nivaldo Pereira.

É que PMs teriam facilitado que populares, enfurecidos, matassem Nhambu, acusado de ter matado um dia antes Rosivan Sousa, de 26 anos.

Abaixo, as imagens fortes e chocantes do linchamento veiculadas pela TV Ponta Negra.

Leia também:
Estrutura do Pró Paz.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

12 Comentários em: Secretaria vai apurar linchamento em Santarém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • FRANCISCO DAS CHAGAS SILVA disse:

    JESO,

    ESSE RAPAZ MESMO TENDO ERRADO EM MATAR UM COLEGA, NÃO DEVERIA TER SIDO MORTO DESSA FORMA.

    MAS GOSTARIA DE SUGERIR A POPULAÇÃO BRASILEIRA PRA GENTE TOMAR ESSA MESMA ATITUDE TODAS VEZ QUE APARECER EM REDE NACIONAL UM MINISTRO, DEPUTADO FEDERAL, ESTADUA,L PREFEITO, VEREADOR, ENFIM, TODO POLÍTICO E/OU AGENTE PÚBLICO QUE SEJA DENUNCIADO POR CORRUPÇÃO.

    JÁ PENSOU, QUE MARAVILHA SERIA??

    CHAGUINHA AD

  • Telma Amazonas disse:

    Assistindo a reportagem na TV, foi desclaradamente descarada a omissão dos policiais. Com as armas na cintura poderiam ter atirado pra cima provocando dispersão dos linchadores.
    Será tem mandante desses policiais nesse meio? vendo a reportagem pareceu algo armado, pareceu que os policiais sabiam o que ia acontecer, a cara e a calma deles era de espera.

    Que triste tudo isso.

  • Jota Ninos disse:

    Não há como não se indignar com a barbárie. Os policiais poderiam ter evitado isso. Armado poderiam dispersar a turba. Que venha a investigação!

  • Diana disse:

    Quem nunca errou que atire a primeira pedra, onde está a piedade, a justiça e a fé em deus são assassinos e cúmplices nada no mundo justifica dezenas de covardes contra um, se o homem errou e fez algo ruim ou péssimo a polícia existe para isso, não é? se não, para que?

  • Tiberio Alloggio disse:

    O Horror chegou aqui, no nosso município !

    Os policiais (alguns bem armados) só olhando e deixando ocorrer uma invasão de mentirinha.

    Um grupo (pequeno) de assassinos matando covardemente um outro assassino.

    É o Horror tomando conta da Vila Curuai.

    É a justiça do Grão Pará tomando conta da Legalidade.

    Tiberio Alloggio

  • Válber Almeida disse:

    Os policiais simplesmente compactuaram com essa barbárie. Vê-se que a população estava ainda reticente de invadir a delegacia; se os policiais tivessem se oposto e atirado para cima, com certeza, teriam detido a fúria da comunidade, mas, como os comunitários perceberam que os policiais não iam resistir, resolveram consumar a barbárie. Isso mancha de sangue e covardia a imagem da corporação. O comando da PM precisa tomar uma atitude honrosa agora.

    1. Enf Franco Stefano disse:

      Tá falando besteira. nunca pegastes em arma e acha capaz de julgar a atitude dos policiais. Se eles tivessem enfrentado a população seriam mais mortos. Te calas!

  • Jonh disse:

    O que eu acho interessante na cobertura do caso é que a TV Ponta Negra teve a sensibilidade de tornar o caso nacional. E não é sensacionalismo não, foi um caso sério. A TV Tapajós que se acha a bam bam bam,,, só quer mostrar buracos buracos e buracos, como se não existisse outra coisa. Parabéns TV Ponta Negra

  • Igor disse:

    Bandido tem que morrer, se eu pudesse eu matava mil!

  • Everaldo Cordeiro disse:

    Barbaridade… Lamentável… Não é assim que se faz justiça… Que agora tem que valer para essa comunidade também… De fato e de direito. Identificar policiais e comunitários envolvidos para que respondam perante a lei.

  • Breno Maio disse:

    Os policiais compactuaram com tal ação irracional, deveriam ser expulsos da corporação e terem seus nomes publicados em diário oficial. Quando ao comportamento da população, nada justifica, nada.

  • Sobrevivente da câmara de gás disse:

    Uma constatação: a política nacional de direitos humanos há muito tempo deixou de ser séria e passou a ser acima de tudo partidária. O ideal é investigar todos os casos envolvendo não só governos do PSDB como também do PT…crime é crime não importa a ideologia ou o partido. Triste constatar que um tema tão sensível no nosso país sirva somente para retórica política e de nenhum efeito prático