Publicado em por em Uncategorized

De Evaldo Viana, articulista do blog, sobre o post Não quer calar: Jeso, Oportuna essa indagação porque, a partir dela, podemos estimar ou ao menos tentar prever em quanto tempo a cidade de Santarém poderá ter ruas decentes e transitáveis. Tem uma placa no início da [avenida] Rui Barbosa informando que o governo federal destinou […]

De Evaldo Viana, articulista do blog, sobre o post Não quer calar:

Jeso,

Oportuna essa indagação porque, a partir dela, podemos estimar ou ao menos tentar prever em quanto tempo a cidade de Santarém poderá ter ruas decentes e transitáveis.

Tem uma placa no início da [avenida] Rui Barbosa informando que o governo federal destinou 803 mil reais para o recapeamento de um trecho que vai da Inácio Correa até a Sete de Setembro, cuja extensão é de 1 (um) km. Quer dizer, o governo aria do Carmo está pagando, só para o serviço de recapeamento, 803 mil reais por Km.

Considerando que temos no perímetro urbano em torno de 150 Km que precisam de recapeamento -, porque das ruas pavimentadas salvam-se muito poucas – seria necessário, só para recapaear essas ruas, pelo padrão de generosidade demonstrado pelo atual governo para com as ou a empreiteira recapeadora, um montante de 120,4 milhões. Só para recapear.

Levando em conta que existem mais 400 Km a pavimentar e que a pavimentação, pelo critério de remuneração do governo Maria corresponde ao dobro do pago para o recapeamento, seria necessário um total de 640 milhões de reais que, somados aos 120 do recapeamento, o tesouro municipal teria que dispor de 780 milhões para tornar as vias públicas de Santarém transitáveis.

Bom, como o governo Maria não recapea ou pavimenta ruas com recursos do tesouro, que não é lá essas coisas; como o governo depende quase que exclusivamente das transferências do governo federal e esse tem emitido sinais de que não está mais disposto a repassar dinheiro federal para governos perdulários, então a conclusão é que vamos ficar por um bom tempo com ruas esburacadas, que nos causam uma vergonha danada, tanto por elas quanto pelo responsável pela situação em que se encontram, ou seja, o governo que temos.


Publicado por:

8 Comentários em Governo paga R$ 803 mil por km recapeado

  • Em 2008 na Avenida Turiano Meira, e Edvaldo Leite no Bairro Santo André, fizeram terra plenagem das duas ruas para receber asfalto já estamos em 2010, e até agora não saiu nada estamos es-
    perando o tão sonhado asfalto.

  • EI PESSOAL,

    QUER DIZER QUE AQUI EM STM O PREÇO DO ASFALTO É UM ASSALTO?
    É ISSO MESMO OU LI ERRADO?.

    CHAGUINHA

  • Não dá pra fazer essa comparação “803mil por Km”. Existem ruas com a largura menor que a Rui Barbosa e outras bem amis largas. A Rui barbosa em um trecho tem canteiro central e outros não tem. Portanto caro evaldo, trate de refazer suas contas

  • Poderia verificar também se o valor se refere ainda à sinalização horizontal,que na obra em questão ficou pela metade. Será que não sobrou dinheiro para as linhas de divisão de fluxo e faixa preferencial, ausentes na metade da obra?

  • Grande Evaldo !!

    Parabens mais uma vez, ficou claro, clarissimo, como esses Governos PERDULARIOS do PT, atende muito mais muito bem….as EMPREITEIRAS.
    PT..PT..PT, és muito pior em Gestão Governamental do eu imaginava.
    O governo Municipal é um ESCANDALO de Incompetencia……

  • Fica claro com números que a real intenção do governo Maria não é trabalhar em beneficio do povo, mas sim, utilizar-se de obras públicas para canalizar verbas para campanhas eleitorais de companheiros petistas.
    Para tanto, prefiro conviver com ruas esburacadas, com notícia de desabamento de parte do hospital municipal, com saúde pública precária, com falta de saneamento básico, enfim, com toda a via cruz que é o atual governo, do que deparar-me com a visível malversação de dinheiro público.

  • Desta vez concordo com o Evaldo.

    Bem que Maria do Carmo poderia pagar um Real para Km asfaltado, ao invés de gastar 803 mil como no caso da Rui Barbosa.
    Assim daria para asfaltar os 400 Km de Santarém que faltam, gastando apenas 400 Reais.

    Tiberio Alloggio

    1. Concordo com o Tiberio, pois gastando somente R$ 400,00 ainda restariam R$ 802.600,00 para bancar os autos salários de certas pessoas que se auto-avaliam como “intelectuais”. De repente sobraria até alguns centavos para comprar um óleo de peroba para passar na “lata” deles (diga-se de passagem está precisando, Tiberio)!!!! rsrsrsrs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.