Operação para retirada de navio do fundo do rio é marcada para o dia 1º
O afundamento do Haidar causou problemas ambientais e sociais em Barcarena: Foto: UOL

No próximo dia 1º de julho inicia em Barcarena (PA) a operação de retirada do navio Haidar do fundo do rio Pará. O naufrágio, ocorrido em outubro de 2015, causou impactos ambientais e sociais em comunidades ribeirinhas do município.

A data foi acertada nesta sexta-feira (12) em reunião entre técnicos do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) e a da Prefeitura de Barcarena.

 

Para viabilizar o serviço falta ainda a liberação de uma licença ambiental da Semas ( Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade).

Uma empresa brasileira, segundo a Prefeitura de Barcarena, foi contratada pelo Dnit para içar o navio de bandeira libanesa que naufragou há 5 anos no porto de Vila do Conde com 5 mil bois vivos.

Houve vazamento de óleo no rio. Parte dos animais foi parar nas praias do município.

LEIA também: PF deflagra operação Para Bellum, que investiga compra de respiradores no Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *