HQ

Uma das cenas do HQ criado por Gidalti Júnior

Mineiro criado em Belém, Gidalti Moura Júnior é um dos vencedores da 59ª edição do Prêmio Jabuti, espécie de Oscar brasileiro na área de literatura.

O mestre em Artes da UFPA (Universidade Federal do Pará) ganhou o 1º lugar na categoria HQ (História em Quadrinhos), que estreou neste ano.

A cerimônia de entrega dos prêmios será realizada em 30 de novembro, em São Paulo. Cada vencedor ganha R$ 3.500 e uma estatueta.

Gidalti venceu com a HQ “Castanha do Pará”, a história de um menino na periferia de Belém. A obra foi publicada graças a financiamento coletivo (crowdfunding) pela editora Publicação Independente.

Neste link, mais informações sobre o prêmio.

QUEM É

Nascido em Belo Horizonte/MG, Gidalti Moura Jr. foi criado em Belém/PA, cidade amazônica que inspira sua arte. Mestre em artes (UFPA), pós-graduado em História da Arte (Belas Artes/SP), graduado em Artes Plásticas e Publicidade e Propaganda. É coordenador da pós-graduação em criação publicitária e professor no curso de comunicação Social da Unisa (Universidade de Santo Amaro).

Estudou história em quadrinhos na Quanta Academia de Artes/SP; desenho no Instituto dos Quadrinho/SP; e pintura clássica no Plein Air Studio/SP. Trabalhou anos com direção de arte/criação para o mercado publicitário.

Tem experiência e desenvolve pesquisas nas áreas de Artes e comunicação, com ênfase em direção de arte e criação, história em quadrinhos, desenho e pintura. (Informações coletadas na Plataforma Lattes)

HQ ambientada em Belém, de Gidalti Júnior, ganha Prêmio Jabuti 2017

Gidalti Jr é professor (mestre) da UFPA

Leia também:
Celson Lima é o candidato a vice-reitor da Ufopa com melhor currículo

  • 1
    Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *