secretarios
Daniel, Ruy, Edson e Pixica, secretários de Nélio

Ontem falei que estava gostando do governo Nelio Aguiar. Destaquei 5 secretários a saber: Daniel Simões, da Seminfra; Luís Alberto Pixica, da Cultura; Paulo de Jesus,  do Trânsito, o ex-da Saúde Edson Ferreira Filho e Ruy Correa, do Planejamento.

Hoje explico.

ary
Ary Rabelo

Sobre Daniel, por saber o difícil encargo que é trabalhar com muitas demandas do varejo, tipo tapar buracos, desentupir valas, ajeitar pontes e etc, o que geralmente atrapalha até a pensar no atacado, qual seja, as grandes e necessárias obras pra Santarém.

Neste sentido destaco duas de grande porte: a continuação da orla e a implantação da rede de esgoto sanitário, sim, esgoto fecal. Há muito tempo era necessário esse serviço. Após acabada esta obra, diremos adeus as fossas, tudo será ligado a esse sistema.

Sobre o Pixica, confesso que nunca vi uma Secretaria de Cultura tão atuante. Valoriza os artistas da região, de todos os naipes, vejo uma intensa integração e aceitação da sociedade neste procedimento.

Ele rompeu barreiras antigas de que cultura era só chamar artistas de fora. Impôs o uso daquele monstrengo (praça da Bíblia ou que nome seja hoje) por todos que desejarem fazer um evento. Arrumou o local. Em resumo, mudou o foco de antigamente.

O Paulo, do Trânsito, me surpreendeu. As mudanças que estão sendo realizadas, como os binários das vias, onde uma tem um sentido e outra paralela o sentido inverso, pelo que vejo é um planejamento estudado.

Ressalte-se algumas incompreensões, mas isso mostra um esforço na organização do transito em nossa cidade.

Vejo também alguns estudos para acabar com a conversão à esquerda que, acontecendo, diminuirá consideravelmente os acidentes.

Vejo que tem bons assessores e engenheiros de trânsito realmente trabalhando e preocupados com o ordenamento. Tantas foram as mudanças até agora, não as cito porque todos sabem.

O ex da Saúde, dr. Edson Filho, plantou com a confiança de Nélio, também médico, a semente que entregou a administração do hospital e UPA para uma empresa especialista em gestão hospitalar – há muito tempo necessário.

Para os que não sabem, informo que o hospital municipal virou um canteiro de obras de reforma e adaptações diversas, culminando com o melhor laboratório de análises da região. Sem falar em coisas simples, como dispor de vans para transporte do hospital até a UPA, em casos que neste local é que devam ser atendidos, desafogando o hospital municipal para casos mais graves.

Não sei o nome dessa empresa mas acho que foi um grande acerto.

Sobre o Ruy Correa, do Planejamento, acho que o cargo não é de exposição pública, como os demais, mas tudo passa por ali. Desde o orçamento até as decisões do que e como fazer.

Os projetos, todos, passam por lá. Sem este comando as demais secretarias não funcionariam a contento. Decerto, os macro projetos surgem nessa secretaria, que se não fosse atuante tudo iria por água abaixo.

Enfim, por isso falei que Nélio tinha um timaço e até o momento estou gostando. Lógico que faltam muitas coisas. Mas enxergo nesses secretários uma grande dedicação em prol do governo e da população. 

E tem mais: todos são profissionais liberais de sucesso em suas profissões e delegam seu tempo para o bem público, deixando muitas vezes o convívio de seus familiares.

É a minha impressão sobre o governo municipal até este 20 de agosto de 2018. Santarém precisa de mais coisas? Com certeza sim. Mas destaquei o esforço de cada um no seu mister.

É arquiteto, ex-vereador santareno.

Leia também:
Filhos de caciques do MDB, Renan e Helder têm as maiores coligações do país

  • 1
    Share

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

15 Comentários em: O timaço de secretários de Nélio Aguiar, por Ary Rabelo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Alberto Silva disse:

    Se tivesse Boas intenções esse prefeito já teria aprovado pelo menos o plano diretor municipal, que foi reformulado em plenária pública mas que está sendo boicotado a quase um ano por contradizer interesses espúrios dos “Financiadores” de campanha. As medidas de emergência que seriam tomadas para recuperar as ruas do bairro Maracanã (quem dera fosse só esse) devido às fortes e inesperadas (???) Chuvas do inverno ainda NÃO CHEGARAM, enquanto isso contrata-se uma empresa para canalizar o esgoto doméstico dos mais abastados do centro, mesmo fazendo um trabalho de MERDA (não ia perder o trocadilho, descupem). Lixo espalhado nas ruas, saúde muito abaixo do pior nível já visto até hoje, sem planejamento, sem prioridades, sem a menor popularidade além de muitos outros problemas profundos são essas as marcas desse governo, sem esquecer da covardia em atacar o povo de Alter que se contrapôs à propostas ridículas. Será coincidência que as imobiliárias, as associações comerciais e sindicatos patronais sejam os únicos contemplados desse governo? Se eleger dizendo que iria inverter prioridades e abandonar o discurso no início do jogo…ESTELIONATO ELEITORAL é assim que se diz?

    1. Bonifácio disse:

      Alberto Silva, não seja equivocado nas suas palavras, não é o prefeito que aprova o Plano Diretor, e sim a Câmara de Vereadores, pois cobre do Poder Legislativo, que inclusive o Plano foi protocolado em Dezembro de 2017, e até agora esses que se dizem representantes do povo não colocaram para votação! Vergonha dessa Câmara, só Perfuga.

      1. Alberto Silva disse:

        Com todo respeito senhor Bonifácio, procure saber onde está esse PL e de quem é a iniciativa. Infelizmente ” O BURACO É MAIS EM BAIXO ” do que gostaríamos que fosse. Quanto à inércia da câmara todos sabemos os interesses que defendem.

  • Mocorongo disse:

    Se esses são os mais ou menos, imagine os piores? Ele deve estar falando; Santarém de Portugal!

  • JORGE PINHEIRO disse:

    O senhor Nélio pode ate ser um bom medico mas gestor publico e outra coisa

  • Roberto Rabelo disse:

    É PORQUE ELE NÃO SABE OU AINDA NÃO PRECISOU DE SERVIÇOS DE SAÚDE EM SANTARÉM, PRESTADORES ESTÃO COMENDO O PÃO QUE ESTE GOVERNO AMASSOU PRA RECEBER SEUS SERVIÇOS DO SUS, TODO MÊS É UMA CONVERSA. ATÉ PARCELAMENTO JÁ FOI FEITO E NADA DE SE RESOLVER, OUTRA SITUAÇÃO É QUE O DINHEIRO QUE DEVERIA CIRCULAR NA CIDADE, VAI BOA PARTE EMBORA DAQUI.

  • Sara disse:

    Frederic Silveira On concordo com sua colocaçao em relaçao ao Secretario Bruno Costa da Semap!Secretário que merece reconhecimento pelo excelente trabalho que vem desenvolvendo!

  • Manuel disse:

    Penso que o Sr. Ari Rabelo use como meio de transporte: Helicóptero, Avião e lancha. Quando precisa de Hospital vai ao Sírio Libanês, seus filhos e netos se tiver devem estudar no Dom Amando e por aí vai.

  • santarempistola disse:

    ÉÉÉÉÉÉÉÉÉ´.G.U.A…. eu moro em outra santarém…

  • Nelci Menezes disse:

    Uma artigo muito bem exposto. Cada colocação foi fiel a análise de cada secretário. Não se pode cantar vitória antes do apito final do árbitro. O governo do atual prefeito está sim tentando fazer o melhor pela população, infelizmente muito não entendem e muito menos sabem como funciona uma administração pública. A população está acostumada com oba oba, com asfalto, com praças. Claro que são obras de relevância, mas deixar tudo organizado dentro e fora da prefeitura não é para qualquer um, em o prefeito faz isso sozinho. Falou tudo Ary. Boa mesmo.

  • Orlando disse:

    Só gostaria de saber em que mundo vive o dono desse ponto de vista. Santarém toda esburacada, asfalto novo sendo deteriorado por obras de saneamento e a recuperação de péssima qualidade. Hospital Municipal entregue as baratas, Secretária de Saúde veterinária, professores planejando greve, atraso de salários, prestadores de serviços sem receber, por aí vai.
    Pergunto de novo: que cidade é essa citada no comentário?
    Moro em Santarém e o que vejo É A PIOR ADMINISTRAÇÃO PUBLICA DA HISTÓRIA DE SANTARÉM.

    1. Joaquim Barbosa disse:

      Certamente o dono do ponto de vista, se mora em Santarém, não anda pelas ruas reais. Li o texto e fiquei na dúvida, se realmente estava lendo sobre Santarém. Longe daí, sem poder opinar sobre os fatos, baseio-me nos inúmeros comentários que leio sobre a apatia do governo municipal…

  • Eduardo Gonçalves disse:

    Desculpa … Mas acho que moro em outra cidade. As ruas continuam intrafegáveis, a operação tapa buracos é feita só jogando o asfalto no buraco sem trabalho de limpeza e compactação, as ruas recém asfaltadas não duram mais que 3 meses e não vejo o investimento em calçamento para pedestres. As obras parecem mocotó, demoram a ficar prontas. Sobre o esgoto o caro articulista já visitou a estação de tratamento do Mapiri? Se visitasse não faria esse elogio, um crime contra Santarém e o Meio Ambiente (Órgãos responsáveis pela fiscalização estranhamente calados)
    Sobre o trânsito não vejo essa intelectualidade dos engenheiros de tráfego. Encheram as ruas de semáforos ( alguns sem necessidade). É só observar que agora há congestionamento na Cuiabá com Borges Leal e Mendonça, algo que não havia antes. Nao criaram passarelas de pedestres e continuam usando “tintol” para sinalizar vias e faixas de segurança. Sem falar nas bizarrices que são as rotatórias da Fernando Guilhon. Com exceção da que cruza com a PA Santarém/ Alter do Chão, elas são pequenas, não fazem o condutor reduzir a velocidade, não dão fluência ao trânsito e são mal sinalizadas. Inclusive os nobres gestores inovaram (ironia) criando uma rotatória quadrada no acesso ao Residencial Salvação, um monstrengo pronto pra ceifar vidas. Estranho ninguém falar nada. E só lembrando, a implantação das vias de mão única com paralelas em inverso foram feitas pelo governo passado. Que não gostei de forma geral, mas é preciso reconhecer isso. Posso citar ainda mais bizarrices, mas lanço o desafio ( não tão difícil) para outros.

  • Ney Imbiriba disse:

    Ary, concordo com seus comentários e acrescentaria a desburocratização na transferência de imóveis. Hoje o setor tem regras claras com taxas e impostos definidos, facilitando o setor imobiliário, vetor de crescimento.

  • Frederic Silveira disse:

    Concordo com a colocação, em uma analise verdadeira veremos que esse governo está fazendo calado muito mas do que outros e até mais falantes.
    Mas pra fazer justiça tem que se acrescentar um Secretário aí nessa lista BRUNO COSTA da SEMAP o trabalho dele pouco é percebido na área urbana, porém nos interiores é muito visível e louvável, todas as regiões e diga se de passagem são muitas, estão permanentemente sendo assistidas.