Publicado em por em Alenquer, Arte

A comissão reuniu nesta terça e deu o primeiro passo para criação da AAL, que terá 22 membros.

Comissão reúne para fundar e implantar a Academia Alenquerense de Letras em 2022
Silvan, Márcio e Wildson: comissão à frente da criação da AAL. Foto: Divulgação

O primeiro passo foi dado nesta terça-feira (22). Uma comissão formada pelo poeta Silvan Cardoso, o advogado Márcio Arrais e o pedagogo e escritor Wildson Queiroz reuniu hoje com objetivo de fundar e implantar a Academia Alenquerense de Letras.

A ideia é, já no próximo ano, implantar a instituição e dar posse aos seus integrantes, no total de 20.

— Leia:Com o nome sujo no “Serasa”, Alenquer pede ao MP que processe Josino Filho.

Articulista do portal JC, Wildson Queiroz adiantou que a AAL deverá priorizar a pluralidade de pensamento e reunir escritores e pesquisadores das letras do município.

Garantiu ainda a presença de mulheres que hoje são referência na área em Alenquer, a exemplo de Áurea Nina (professora e pesquisadora),Raimunda Brilhante (professora e escritora),Natalina Patrício (professora e pesquisadora),além de Jackeline Oliveira (poetisa).


Publicado por:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *