Terra Santa, Juruti, Prainha Alenquer, Rurópolis e Curuá em 6 notas curtas
Toma Farias, Xuxa do PT e Davi Xavier: atuação nos bastidores para eleição 2020. Foto montagem: Blog do Jeso

» Terra Santa. Quem será o vice?

O novo vice na chapa à reeleição do prefeito Doca Albuquerque (PSD) ainda não foi definido – e só será aos 45 minutos do 2º tempo. Candidatos não faltam. Os nomes mais cogitados são: Lucivaldo Lobato, presidente da Câmara de Vereadores; Jaciara Picanço, ex-primeira-dama do município; Esaú Ferreira, ex-candidato a vice-prefeito em 2016, e ainda o vereador Vandinho (PSC). Outro no páreo é o presidente do PSDB, Tácio Bentes.


» Prainha. O candidato de Xavier

O prefeito Davi Xavier (MDB) voltou a afirmar, publicamente, que não será candidato à reeleição. E mais: o seu candidato na disputa municipal deste ano será Edinaldo Ribeiro, também filiado ao MDB.

 

» Alenquer. O vice de Tom

Tom Farias, do MDB, deu início à nova fase de sua candidatura a prefeito: a escolha do vice. Dois empresários da cidade estão na mira dele, assim como também engatou conversa com 3 pré-candidatos a prefeitos de outras siglas. Daí deverá sair o companheiro/a de chapa do emedebista.


» Rurópolis. Novos médicos

A equipe de saúde publica de Rurópolis acaba de ser reforçada. O prefeito Taká (MDB) contratou 3 novos médicos para atuarem no novo prédio de emergência do hospital municipal. São eles: Elias da Silva, Helton Rodrigues e Evandro Weber.


» Curuá. Candidatura de Xuxa

Cícero Santos, o Xuxa do PT, intensificou o trabalho de bastidores para dar mais musculatura à sua candidatura a prefeito na disputa eleitoral deste ano. Ele é o atual vice-prefeito. Zé da Marta (MDB), o prefeito, não irá encarar a reeleição.

 

» Juruti. Denúncia arquivada

O Ministério Público do Trabalho indeferiu a instauração de inquérito civil sobre uma denúncia contra o município por falta de EPIs (equipamento de proteção individual) aos profissionais da área da saúde no contexto da pandemia. Motivo: não foi constatada nenhuma irregularidade. A decisão foi tomada pela procuradora Tatiana Costa Amormino, do MPT.

LEIA também: Covid-19: Faro gasta mais com segurança e vigilância do que com remédios, diz TCM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *