Publicado em por em Faro, Óbidos, Oriximimá

A Cal Construtora vai faturar mais de R$ 3 milhões em Prainha

Faro, Oriximiná, Óbidos, Prainha e Mojuí dos Campos em 5 notas curtas
Cidade de Faro: pagamento só mediante efetiva execução do trabalho. Foto: Arquivo JC

Faro »

O MP acaba de fazer uma recomendação à Prefeitura de Faro no que tange à iluminação pública no município. Que só efetue pagamento à empresa contratada para esse serviço mediante apresentação de documento que comprove a efetiva execução do que foi efetivamente realizado. A Serviços e Manutenção Diogo fechou contrato com a PMF no ano passado.


Oriximiná »

A Seduc autorizou a implantação do Some (Sistema Modular de Ensino), a partir deste ano, nas comunidades rurais de Cachoeira Porteira e Estrado BEC Km 12. A primeira funcionará nas dependências da escola municipal Constantina Teodoro dos Santos; a segunda, na escola municipal Nova Betel. A matrícula dos alunos – e arquivo dos documentos – serão efetuados via escola estadual Dr. Almir Gabriel, na sede do município.


Óbidos »

Aberta a licitação para contratação de empresa especializada em construção de pontes de madeira no município. Serão 12 no total. Ganha quem apresentar o menor preço global. A abertura das propostas está marcada para o final deste mês – dia 29, às 9h, no Setor de Licitação da PMO.


Prainha »

A Cal Construtora vai faturar mais de R$ 3 milhões da gestão do prefeito Davi Xavier (MDB) por ter vencido licitação (do tipo tomada de preço) para construção de duas creches no município. Uma na vila de Santa Maria de Uruará, no valor de R$ 1,4 milhão, e a outra na vila Boa Vista do Cuçari – R$ 1.564.758,48.


Mojuí dos Campos »

Encerrada a fase de depoimentos, ainda no âmbito do Ministério Público do Pará, dos investigados na suposta contratação ao arrepio da Lei de Licitação, do escritório de contabilidade Edmar Júnior de O. Imbeloni pelo prefeito Marco Antônio Lima (MDB) em janeiro do ano passado. O contador Edmar Imbeloni foi o último ouvido pelo promotor Diego Belchior Santana, à frente do caso. A expectativa é de que a investigação seja concluída até o final deste mês. Os indícios de ilegalidade são robustos.


Publicado por:

2 Comentários em Faro, Oriximiná, Óbidos, Prainha e Mojuí dos Campos em 5 notas curtas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.