Publicado em por em Faro, Terra Santa

O menor das iniciais W.F.M. fugiu da delegacia de Terra Santa no dia 27 de agosto passado

Fuga de menor da delegacia de Terra Santa será investigada pela Corregedoria da Civil

A Corregedoria da Polícia Civil do Pará vai apurar a fuga de um adolescente da delegacia de polícia de Terra Santa, no oeste do estado. O caso ocorreu há pouco mais de 1 mês.

CONFIRA: Governo do Pará libera R$ 1,2 milhão para energia elétrica rural em Terra Santa.

Para apuração da fuga, o corredor geral da PCPA, Raimundo Benassuly Júnior, designou a delegada Rafaella Lacerda, corregedora no Baixo e Médio Amazonas. Ela tem 30 dias para concluir seu trabalho.

O menor das iniciais W.F.M. fugiu da delegacia de Terra Santa no dia 27 de agosto passado. Não se sabe como e as circunstâncias da fuga.

Peixe-boi

Em Faro, cidade vizinha, a fiscalização do Batalhão da Polícia Ambiental em parceria com a Semma (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) realizou apreensão de carne de peixe-boi que estava sendo comercializada ilegalmente na comunidade do Ubim, zona rural do município de Faro.

A apreensão aconteceu na semana passada (dia 23).

Além da carne, foi apreendido o material utilizado para a caça do animal. “Ressaltamos que o peixe-boi é um animal protegido por lei e está ameaçado de extinção. Sua caça e comercialização pode ser punida com até 2 anos de prisão”, ressaltou o titular da Semma, Arthur Brasil.

“De acordo com o artigo 29 da Lei de Crimes Ambientais, é proibido matar, perseguir, caçar, apanhar e utilizar espécimes da fauna silvestre”, reforçou.

Material usado na caça ao peixe-boi apreendido pelo Batalhão Ambiental em Faro. Foto: Divulgação/Semma-Faro


Publicado por:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *