Após denúncia, prefeito exclui empresa de sobrinho que ganhou licitação de mais de R$ 1 milhão
Marco Antônio, prefeito de Mojuí dos Campos: exclusão da empresa do sobrinho após a denúncia do BJ. Imagem: Reprodução

O prefeito de Mojuí dos Campos (PA), Marco Antônio Lima (MDB), excluiu a Aeli Lima Serviços de Engenharia Ltda do serviço de locação de máquinas e equipamentos pesados para prefeitura. O caso foi revelado pelo portal BJ em matéria-denúncia publicada em abril deste ano.

Na ocasião, o mandatário, que é advogado, disse que empresa continuaria prestando o serviço ao município, pois não havia “impedimento legal” para ela participar de licitações mesmo que Alessandro Machado Lima Alves, seu sobrinho e dono da Aeli Engenharia, tivesse parentesco com ele, “ainda que em primeiro grau”.

NEPOTISMO: MP investiga casos de nepotismo de prefeito, vice e 4 secretários em Mojuí; confira

O MPPA (Ministério Público do Pará), após a matéria do BJ, entrou no caso.

O promotor Diego Belchior Santana, da 9ª Promotoria de Justiça de Direitos Constitucionais e Probidade Administrativa de Santarém, abriu investigação preliminar para apurar a participação da Aeli Engenharia em todos os processos licitatórios em Mojuí dos Campos.

Em comunicado ao MPPA, o governo Marco Antônio Lima disse, após a abertura da investigação, que havia excluído a empresa das licitações em que foi declarada vencedora, e “substituída pela empresa classificada em segundo lugar”. Isto porque a contratação da Aeli Engenharia “feria os princípios da moralidade e impessoalidade”.

Com essa iniciativa, o MPPA resolveu, em consequência, arquivar o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *