Publicado em por em Internacional, Monte Alegre

O local abriga uma das mais antigas concentrações de arte rupestre da Amazônia

Inscrições rupestres em Monte Alegre. Foto: Agência Pará

O parque arqueológico de Monte Alegre (PA) é um dos 25 patrimônios mais significativos do mundo selecionados neste ano de 2020 pelo World Monuments Fund (WMF, Fundo Mundial de Monumentos), que precisam de atenção imediata, pois estão em risco. A lista, divulgada a cada 2 anos desde 1996, foi divulgada nesta terça-feira (1º).

Monumentos de 24 países estão na lista, como Teotihuacan (México), Asante Traditional Buildings (Gana), Fortified Manors of Yongtai (China), entre outros. O Parque Estadual de Monte Alegre é o único da América Latina incluído neste ano.

“A arte rupestre em Monte Alegre continua enfrentando uma série de ameaças ambientais e humanas, incluindo a degradação do ambiente florestal provocada pela expansão da agricultura e pecuária no Baixo Amazonas”, diz a WMF sobre os riscos que o parque enfrenta hoje.

parque arqueologico de Monte Alegre
Estrutura de recepção dentro do parque

“Esses fatores podem ameaçar a preservação de locais arqueológicos conhecidos, bem como de sítios que ainda não foram documentados e estudados por arqueólogos, cujas fileiras incluem cada vez mais pesquisadores indígenas”.

O Parque Estadual de Monte Alegre, à margem do rio Amazonas, abriga uma das maiores e mais antigas concentrações de arte rupestre da bacia amazônica. Existem muitos exemplos significativos em cavernas e abrigos rochosos em toda sua extensão, incluindo a Pedra Pintada, que foi ocupada pela primeira vez por humanos há cerca de 12 mil anos, tornando-se um dos locais ocupados mais antigos das Américas.

— Atração arquelógica: Parque Monte Alegre: serras, trilhas e pinturas rupestres. Por Fábio Barbosa.

O parque de Monte Alegre está na lista do WMF deste ano


Publicado por:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.