Anac aciona Ministério Público por Oriximiná contratar aeronaves sem licença
Prédio da Prefeitura de Oriximiná, na Calha Note paraense. Foto: Reprodução/Facebook

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) acionou o Ministério Público do Pará a propósito de que há indícios graúdos de que a Prefeitura de Oriximiná (PA) fechou negócios com empresas que não estão autorizadas pela agência para prestar serviços de táxi aéreo, transporte aeromédico e similares.

A contratação ilegal de tais empresas ocorre através de licitações.

— CONFIRA: Polícia apreende Honda Civic roubado em Goiás que circulava em Santarém adulterado.

Uma farta documentação, com nome das empresas, CNPJ, valores do contrato foi enviada pela Anac ao MPPA de Oriximiná. Que imediatamente abriu investigação para apurar a denúncia.

A notícia de fato (investigação preliminar) já virou inquérito civil (002/2021).

O portal BJ ainda apura em qual (ou quais) mandato a suposta improbidade administrativa foi consumada.

O Centro de Apoio Operacional da Defesa do Patrimônio e da Moralidade Administrativa (CAODPP), vinculado ao MPPA, debruça-se sobre todas licitações listadas pela Anac como fortes indícios de ilegalidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *